Homepage

  • Finalíssima de Trestles foi o dia de competição mais visto de sempre em provas WSL
    20 setembro 2021
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    WSL/Tony Heff
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • 'Este novo formato cativou o nosso público e originou um consumo nunca antes visto', sublinhou Erik Logan, CEO da WSL.
  • Faz amanhã uma semana que a temporada de 2021 do Championship Tour chegou ao fim com a realização da inédita finalíssima de Trestles, no estado norte-americano da Califórnia.

    Pela primeira vez na história do surf de competição, os campeões mundiais foram encontrados na sequência de um único dia de competição. Um formato que desde a primeira hora em que foi divulgado gerou muita discussão no seio do Mundial de Surf.

    Por exemplo, o recém-coroado campeão mundial Gabriel Medina sempre mostrou-se contra a solução preconizada pela World Surf League (WSL) para 2021 e que será repetida na próxima campanha.

    Polémicas à parte, poucos dias depois da jornada de Trestles, a entidade liderada por Erik Logan emitiu um comunicado no qual foi contundente. A finalíssima de Trestles foi o dia de competição mais visto da história no que diz respeito a provas debaixo da esfera WSL.

    O campeonato que coroou Gabriel Medina e Carissa Moore teve uma audiência à escala mundial. Segundo dados da WSL, a transmissão em direto do evento no canal de YouTube da WSL teve mais 6,8 milhões de visualizações live, número que supera aqueles que foram registados durante a final brasileira do Pipe Masters de 2019 entre Gabriel Medina e Ítalo Ferreira, que atribuiu o título mundial ao da Baía Formosa. 

    "Este novo formato cativou o nosso público e originou um consumo nunca antes visto", sublinhou Erik Logan.

    No mesmo comunicado, pode ainda ler-se que nos dias prévios à competição, o evento gerou 11 mais de milhões de visualizações vídeo no que diz respeito aos diferentes conteúdos que foram produzidos.

    Em breve, serão divulgadas as audiências dos canais televisivos que transmitiram a Rip Curl WSL Finals em todo o mundo. Para já, a WSL refere apenas que espera um forte audiência televisiva e um recorde visualizações em video on demand (VOD).

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • praia
  • mar
  • Surf
  • Competição
  • WSL
  • World Championship Tour
  • World Surf League
  • Trestles
  • Women's World Tour
  • WCT
  • Lower Trestles
  • audiências
  • Fotografia
    WSL/Tony Heff
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
outubro 19
Embarcação fica com leme destruído após interação com orcas a sul de Troia
outubro 19
Seleção Nacional de Surf Adaptado prepara Mundial com dois estágios
outubro 19
Praia do Cabo do Mundo apadrinhou estreia da Matosinhos Surf School Cup
outubro 19
Título nacional de Surf Esperanças Sub-18 discute-se em Ribeira d'Ilhas
outubro 18
Praia da Arriba coroou os campeões nacionais de skimboard de 2021
outubro 18
Os números do evento principal do Ericeira WSR+10
outubro 18
Bodyboarders profissionais homenagearam o malogrado Tom Morey