Homepage

  • Piorou a qualidade das águas balneares das praias portuguesas em 2021
    17 agosto 2021
    arrow
    arrow
  • O desaconselhamento ou proibição de banhos já afetou 45 praias desde o início da época balnear. Mais 20 do que em 2020.
  • Nesta época balnear de 2021, as praias portuguesas registaram um decréscimo de qualidade das águas balneares em comparação com o ano passado. É o que indica uma avaliação da associação ambientalista ZERO.

    A avaliação da ZERO, feita com base em resultados oficiais do Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos e em comparação com 2020, foi divulgada esta terça-feira em comunicado, no qual a associação salienta que há atualmente 643 águas balneares, sendo que o desaconselhamento ou proibição de banhos já afetou 45 praias, mais 20 do que no ano passado, devido a resultados microbiológicos com valores acima dos limites.

    Até ao dia 15 de agosto, tinham sido interditadas 20 praias (oito interiores e 12 costeiras), mais cinco do que em igual período do ano passado.

    Destas 20 interdições a associação ambientalista salienta uma (interior) com contaminação microbiológica associada a valores excessivos de bactérias que provocam infeções (Escherichia coli e Enterococus intestinais), além de outras sete também no interior com salmonella, outra bactéria que também provoca infeções no ser humano.

    Quanto às 12 praias costeiras a ZERO refere no comunicado que duas foram interditadas por motivo de obras de requalificação e uma por ter rebentado uma conduta de esgotos. O motivo para as restantes serem interditadas foi também a ultrapassagem de valores limites de pelo menos uma bactéria.

    "A ZERO considera que continuam a existir falhas de informação no sítio internet da Agência Portuguesa do Ambiente dado que não se esclarece devidamente os motivos de interdição das zonas balneares e os procedimentos por parte dos Delegados Regionais de Saúde, existindo situações de contaminação semelhantes onde nuns casos a praia foi interditada até realização de novas análises e noutros não", afirma a associação no comunicado divulgado.

    Da análise, a associação nota que houve mais praias interditadas no interior (mais suscetíveis a descargas), e que muitas das zonas balneares com desaconselhamento ou interdição têm classificação excelente, pelo que devem ter sido esporádicos os motivos que levaram à situação.

    Da lista de 53 praias classificadas pela associação como de 'ZERO poluição' (sem qualquer contaminação detetada nas últimas três épocas balneares) apenas uma teve "problemas significativos" este ano.

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • praia
  • mar
  • Verão
  • Qualidade
  • Época Balnear
  • Associação Sistema Terrestre Sustentável - Zero
  • Zero
  • Portugal
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
dezembro 03
Mercedes-Benz Nazaré Winter Sessions 21/22 - 1º Episódio
dezembro 03
Novo campeão regional de Surf Open da Madeira é coroado este sábado
dezembro 03
Até 2030, os Açores querem ter 30% de Áreas Marinhas Protegidas
dezembro 03
Os dias de sol e céu azul estão de partida: o tempo cinzento regressa no primeiro fim de semana de dezembro
dezembro 02
Matosinhos Surf School Cup segue para a Praia de Matosinhos
dezembro 02
Avistadas caravelas-portuguesas em diversas praias do continente e nos Açores
dezembro 02
Seleção Nacional de Surf Adaptado já partiu rumo ao Mundial de Pismo Beach