Homepage

  • Nunca houve tantas baleias-jubarte a perder a vida no litoral do Brasil como em 2021
    20 agosto 2021
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Segundo o Projeto Baleia-Jubarte, a maior parte das mortes dos animais aconteceu no sul do estado de Santa Catarina.
  • Na passada quarta-feira, uma gigantesca baleia-jubarte foi encontrada sem vida nas praias de um luxuoso bairro residencial do Rio de Janeiro, no Brasil.

    Vizinhos que levantaram-se cedo para exercitarem-se nas praias de São Conrado, na zona sul do Rio de Janeiro, depararam-se com a baleia encalhada na areia, com cerca de sete metros de comprimento.

    Em 2021, esta é uma situação já se repetiu por mais de 100 vezes. Até ao momento, 131 baleias-jubarte encalharam nas areias brasileiras, um triste recorde depois dos 122 cetáceos que morreram nas praias do Brasil há quatro anos, segundo dados da organização não-governamental Projeto Baleia-Jubarte, que atua no país desde 1988.

    Grande parte desses animais perde a vida no mar e posteriormente são arrastados pela corrente para as áreas arenosas. Outros chegam com vida às praias, onde às vezes com ajuda humana conseguem salvar-se, mas geralmente morrem.

    Segundo o Projeto Baleia-Jubarte, a maior parte das mortes desses animais aconteceu no sul do estado de Santa Catarina (42), em São Paulo (36) e no Rio de Janeiro (14).

    “Há um aumento de casos e essa tendência ocorre porque é uma população que está a crescer. Existem baleias que morrem de causas naturais, mas também por causa de atividades humanas, como atropelamento de navio, acabam presas em redes de pesca ou consomem lixo nos mares”, disse Milton Marcondes, coordenador de pesquisa do projeto à agência noticiosa EFE.

    No entanto, estudos avançados sobre a morte de baleias neste ano indicam que uma das causas é a possível escassez de krill, um pequeno crustáceo semelhante ao camarão que as baleias-jubarte costumam comer na Antártida antes de começarem a sua migração anual para águas mais quentes com o objetivo de reprodução.

    Para além do que está a ser verificado em 2021, a mortalidade de baleias “saiu do padrão” em 2010, 2017 e 2018, anos em que também houve uma diminuição do krill.

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • praia
  • mar
  • Baleia-jubarte
  • Brasil
  • Natureza
  • Meio Ambiente
  • Ecossistema
  • Oceano
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
dezembro 03
Mercedes-Benz Nazaré Winter Sessions 21/22 - 1º Episódio
dezembro 03
Novo campeão regional de Surf Open da Madeira é coroado este sábado
dezembro 03
Até 2030, os Açores querem ter 30% de Áreas Marinhas Protegidas
dezembro 03
Os dias de sol e céu azul estão de partida: o tempo cinzento regressa no primeiro fim de semana de dezembro
dezembro 02
Matosinhos Surf School Cup segue para a Praia de Matosinhos
dezembro 02
Avistadas caravelas-portuguesas em diversas praias do continente e nos Açores
dezembro 02
Seleção Nacional de Surf Adaptado já partiu rumo ao Mundial de Pismo Beach