Homepage

  • John John e a possível causa para as lesões: 'Surfar muito'
    16 agosto 2021
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    WSL/Cait Maiers
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • O surfista havaiano diz estar à procura do método de treino que melhor encaixa na sua compleição física.
  • No universo do surf de competição é ponto assente que John John Florence é um dos melhores surfistas do mundo na atualidade. No entanto, nos últimos anos, o percurso deste havaiano tem vindo a ser fortemente perturbado pelas lesões.

    Concretamente, problemas graves nos ligamentos dos joelhos que têm atirado Florence para a mesa de operações, comprometendo as hipóteses deste no circuito mundial de surf e obrigando o mesmo a longos processos de recuperação.

    O mais recente problema físico aconteceu neste ano de 2021, no CT de Margaret River, onde uma rotura parcial dos ligamentos do joelho esquerdo levou John John a terminar a temporada regular mais cedo, ainda que tenha conseguido recuperar a tempo de participar nos Jogos Olímpicos de Tóquio'2020.

    Nos últimos tempos, muito tem sido escrito sobre estas maleitas, mas agora é o próprio John John Florence em entrevista ao site 'Duke' a abordar aquele que, no seu entender, poderá ser o motivo para tantas contrariedades no capítulo físico.

    'Às vezes penso que a razão pode ser o facto de surfar muito", atirou o bicampeão mundial de surf. Uma situação que parece não ser fácil de modificar, dada a sua grande paixão pela modalidade. Este amor parece sobressair em relação à componente competitiva do surf, que aparenta ter uma maior influência nos seus rivais.

    "Para mim é difícil porque sou um surfista a 100% e pratico esta modalidade todos os dias. Mais do que outra coisa qualquer, gosto de fazer surf. Ao invés, outros surfistas do Tour estão totalmente focados na competição. Treinam algumas semanas antes da prova começar e depois só regressam ao mar no campeonato. Não sou assim, desfruto muito do surf para fazer esse tipo de coisas", assegurou.

    Já em relação ao treino físico que desenvolve, o surfista de 28 anos é contundente. "Vou muitas vezes ao ginásio". No entanto, revela que está num processo de aprendizagem sobre qual o método de treino que melhor encaixa na sua compleição física. 

    "Todos somos diferentes, pelo que não existe um plano de treino igual para todos os surfistas. Por exemplo em comparação com Filipe Toledo, o meu treino tem de ser diferente porque sou mais alto do que ele. Acho que todos estamos a aprender sobre qual o melhor processo de treino a adotar", finalizou o natural da ilha havaiana de Oahu.

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • praia
  • mar
  • WSL
  • World Championship Tour
  • World Surf League
  • John John Florence
  • Surf
  • Fotografia
    WSL/Cait Maiers
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
agosto 17
Anunciada equipa portuguesa para o Mundial ISA
agosto 16
Fim do desaconselhamento de banhos em praias de Matosinhos
agosto 15
Verão tira folga para o surgimento de chuva no início da semana
agosto 16
Ramon Navarro campeão em Punta de Lobos
agosto 15
Sophia Medina campeã dos Jogos Pan-americanos
agosto 15
Tony Laureano enfrenta ondas gigantes chilenas em competição
agosto 15
Sismo sentido este domingo no Algarve