Homepage

  • Gary Hunt e Rhiannan Iffland não deram hipóteses na etapa de Mostar da Red Bull Cliff Diving
    30 agosto 2021
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    Romina Amato/Red Bull Content Pool
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Rhiannan obteve a 10ª vitória consecutiva no circuito, enquanto Gary venceu pela primeira vez em representação da França.
  • Depois de uma inédita passagem pela Ópera de Oslo, na Noruega, naquele que acabou por ser apenas um evento de exibição devido a constrangimentos provocados pela pandemia, a temporada de 2021 da Red Bull Cliff Diving World Series regressou à ação no passado sábado.

    A ponte velha de Mostar, na Bósnia e Herzegovina, recebeu aquela que foi a segunda etapa da época, neste que é considerado um dos locais mais icónicos para quem gosta de desafiar os limites com saltos para a água a partir de uma altura de 27 metros.

    Nesta verdadeira meca da modalidade, Rhiannan Iffland e Gary Hunt voltaram a mostrar quem dita a lei neste circuito, eles que são os atuais líderes das tabelas classificativas. No caso de Rhiannan, esta alcançou em território bósnio a sua 10ª vitória consecutiva na competição. 

    “Dez vitórias seguidas é qualquer coisa, estou verdadeiramente emocionada. Penso que já estou habituada à pressão e por isso só posso dizer que quero conquistar mais e mais vitórias”, afirmou a atleta australiana após subir ao lugar mais alto do pódio.

    No setor masculino, a grande figura da etapa foi Gary Hunt, que deixou esta época de representar a Grã-Bretanha para vestir as cores francesas. Em Mostar, Hunt alcançou um triunfo simbólico, pois obteve a sua 40º vitória na Red Bull Cliff Diving World Series, a primeira com o passaporte francês. 

    “Este foi um momento especial, porque ouvi no pódio pela primeira vez o hino do meu novo país, a França. Fez-me pensar em todas as experiências vividas ao longo dos últimos anos e naquilo que alcancei com estas 40 vitórias”, referiu Gary Hunt. 

    Depois de Mostar, o circuito segue para a República da Irlanda, onde no próximo dia 12 de setembro os destemidos atletas vão competir em pleno Atlântico Norte, mais concretamente em Downpatrick Head.

    Entretanto, o calendário do campeonato foi atualizado, com a entrada de uma nova etapa italiana e a saída do Azerbaijão. Pela frente, os atletas terão um intenso período competitivo, uma vez que as derradeiras três etapas da época serão realizadas em três fins de semana consecutivos no mês de setembro. 

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Red Bull Cliff Diving
  • Red Bull Cliff Diving World Series
  • Bósnia Herzegovina
  • Mostar
  • Competição
  • Rhiannan Iffland
  • Gary Hunt
  • red bull
  • Fotografia
    Romina Amato/Red Bull Content Pool
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
maio 20
3ª edição do projeto 'Surf & Rescue' começou com visita inédita a Sesimbra
maio 20
Começa em junho o 2º curso de Nadador-Salvador Profissional para estudantes do concelho de Faro
maio 20
Nuvem de poeira com 'valores muito altos' na atmosfera atinge a Península Ibérica no fim de semana
maio 19
Vamos todos ajudar o Zion Brocchi!
maio 19
Campanhas de Arte Xávega autuadas na Praia da Vieira de Leiria
maio 19
Anémonas verdes têm vindo a dar à costa na Praia de Carcavelos
maio 19
Fim de semana chega com temperaturas de 38ºC e o regresso das poeiras do Norte de África