Homepage

  • Teresa Bonvalot: “Tenho treinado bastante em mar pequeno”
    16 julho 2021
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    wsl
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Campeã nacional estreia-se frente à campeã mundial Carissa Moore.
  • Teresa Bonvalot é uma das três representantes do surf português em Tóquio. A campeã nacional em título conseguiu qualificar-se para os Jogos Olímpicos através de um incrível 3.º posto alcançado no Mundial ISA de El Salvador, juntando-se a Yolanda Hopkins e Frederico Morais na equipa olímpica portuguesas. Depois de um feito inolvidável, Teresa está prestes a embarcar na aventura da sua vida, mostrando enorme honra em representar o país no maior palco desportivo do Mundo, mas também revelando confiança para uma prova em que prefere não colocar a fasquia muito alta.

    “Poder representar o meu país e nação nos Jogos Olímpicos é um sentimento inexplicável”, começa por dizer Teresa ao Beachcam. “Estar entre os melhores do Mundo de todas as modalidades a lutar e tentar levar a nossa bandeira o mais alto possível vai ser um privilégio”, frisa a jovem surfista de Cascais, que está a poucos dias de partir rumo a Tóquio com a restante comitiva nacional. Algo que acontece já este domingo, dia 18 de Julho.

    Teresa Bonvalot acredita que tudo irá correr pelo melhor nas ondas nipónicas. “Sinto-me super bem, confiante mas também ansiosa para esta oportunidade que vou ter. Mais uns dias vamos arrancar e acredito que vai tudo correr da melhor forma. Depois é esperar que as ondas venham, ver como vai estar o mar e dar tudo dentro de água”, vinca.

    Apesar do otimismo, Teresa recusa apontar a objetivos. Numa prova em que apenas 20 surfistas vão estar em prova do lado feminino, uma medalha ou mesmo um diploma olímpico (top 8) podem estar mais perto que o normal. Contudo, a campeã nacional prefere pensar num heat de cada vez.

    “É o primeiro ano em que o surf está nos Jogos Olímpicos, o que faz seja uma sensação completamente nova, para mim e para todos os outros atletas. Estou a tentar não colocar uma fasquia muito alta. Sempre que entro em prova o meu objetivo é lutar pela vitória e dar o meu melhor, mas nesta situação, que é nova e em que não sabemos o que vamos sentir, o melhor é pensar heat a heat, onda a onda, e assim tentar dar o meu máximo e desfrutar cada momento”, salienta Teresa Bonvalot.

    Com a época de surf a não ser a ideal em Chiba, a cerca de uma hora de Tóquio, os surfistas sabem que podem ter pela frente condições mínimas. Algo que mudou um pouco a rotina de treinos dos surfistas nacionais. Com Teresa isso não foi exceção. “Tenho treinado bastante em mar pequeno, devido às condições que poderemos apanhar pela frente”, revela.

    Ainda assim, as primeiras previsões para a prova olímpica de surf parecem mostrar algo no horizonte. Essa imprevisibilidade não tira o sono à surfista portuguesa. “É algo que nunca é certo, porque até podemos ter uma surpresa e apanhar maior. Mas tenho tentado treinar em todos os tipos de mar. Sinto-me muito bem, estou com pranchas ótimas para o Japão. Sinto-me confiante e pronta para dar o meu melhor”, remata Teresa.

    Com o período de espera a começar a 25 de Julho, dois dias depois da cerimónia inaugural dos Jogos, e com a ação a poder prolongar-se até 1 de Agosto, parece estar tudo a postos na comitiva nacional para a grande luta pelo ouro olímpico. No caso de Teresa Bonvalot essa caminhada começa frente à grande candidata Carissa Moore, atual número um mundial e campeã mundial em título. Além da surfista norte-americana, Teresa tem ainda pela frente no heat de estreia a peruana Daniella Rosas e a equatoriana Dominic Barona.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Jogos Olímpicos
  • Tóquio'2020
  • Teresa Bonvalot
  • Fotografia
    wsl
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
outubro 18
Praia da Arriba coroou os campeões nacionais de skimboard de 2021
outubro 18
Há mais de 3 mil toneladas de plástico a flutuar no Mar Mediterrâneo
outubro 18
Os números do evento principal do Ericeira WSR+10
outubro 18
Bodyboarders profissionais homenagearam o malogrado Tom Morey
outubro 15
Nasceu a Matosinhos Surf School Cup: a nova competição para as escolas de surf do concelho
outubro 15
Fim de semana chega com tempo mais cinzento e regresso da chuva nas regiões Norte e Centro
outubro 15
Nuno Vitorino recebe prémio do Comité Paralímpico de Portugal