Homepage

  • Que orgulho Yolanda, Teresa e David!
    27 julho 2021
    arrow
    arrow
  • Talento, competitividade, determinação, valentia e superação foram traços que pautaram o desempenho de Yolanda Hopkins e Teresa Bonvalot na memorável estreia olímpica do surf.
  • No Estádio Olímpico de Tóquio, a Seleção Nacional de Surf preparava-se para desfilar na Cerimónia de Abertura de Tóquio'2020 quando a milhares de quilómetros de distância dessa latitude ficámos em choque com o anúncio de que Frederico Morais iria falhar as Olimpíadas por testado positivo ao novo coronavírus. 

    Tristeza. Frustração. Revolta. Sentimentos negativos que nos invadiram na antecâmara de um momento tão bonito para o surf de competição. Afinal, estava iminente a estreia desta modalidade no maior de todos os palcos desportivos.

    Não iria haver Kikas, mas a chama olímpica do surf luso não poderia desvanecer. Em quatro vagas disponíveis, Portugal roçou a perfeição e conseguiu apurar três surfistas em quatro possíveis, nesse duríssimo e confuso processo. Para além de Fred, a equação continha ainda Teresa Bonvalot e Yolanda Hopkins. Nada mais, nada menos do que as duas últimas campeãs nacionais de surf. 

    Experiente e conhecedor das suas atletas como ninguém, o selecionador nacional David Raimundo deixou a garantia antes do toque da buzina em Tsurigasaki Beach. "A Seleção vai lutar mais do que nunca! Por ti (ndr: Frederico Morais), por nós e por todos os portugueses!" E assim foi.

    Embaladas pela estratosférica presença no Mundial ISA de El Salvador, onde conseguiram duas medalhas individuais e os bilhetes olímpicos, Yolanda e Teresa mostraram as suas melhores versões e fizeram valer cada segundo das madrugadas de verão em que permanecemos acordados para acompanhar esta odisseia nas águas do Pacífico Norte. 

    Talento, competitividade, determinação, valentia e superação foram tudo traços que pautaram o desempenho destas duas surfistas em cada ida para a água, em cada onda surfada. O Surf estreou-se nos Jogos Olímpicos e Portugal foi protagonista.

    No primeiro dia da história em que houve competição olímpica de surf, Portugal foi um dos sete privilegiados países que conseguiram gritar vitória num heat. Dentro de uma turma de 18 nações. Cortesia da vice-campeã mundial da ISA, Yolanda Hopkins, nas sempre duras repescagens. Por exemplo, a França que levou quatro surfistas, três deles tops mundiais, não conseguiu tal proeza. Nessa mesma jornada, Teresa Bonvalot competiu no primeiro heat de sempre do surf feminino nos Jogos e tornou-se na primeira surfista feminina da história a surfar uma onda neste mega evento.  

    Estava dado o mote para uma participação que viveu o seu momento mais alto quando Yolanda eliminou a atual número dois mundial Johanne Defay. Uma vitória que diplomou a surfista algarvia, naquele que foi o primeiro diploma olímpico da história do surf nacional.

    Contas feitas, a Seleção Nacional colocou toda a sua equipa no top 10 da competição. Yolanda Hopkins no quinto posto e Teresa Bonvalot no nono lugar. Posições muito honrosas e que nos deixam cheios de felicidade e orgulho por aquilo que foi alcançado por estas duas pioneiras.

    Se no mar tivemos duas atletas superlativas, cá fora, em terra, mais uma vez o selecionador nacional David Raimundo fez a diferença numa grande competição internacional de surf. Já foram tantas.

    Que liderança, senhores! Sempre muito positivo e sereno, David cumpriu nesta expedição ao Japão um "sonho de criança" e fez acreditar a Teresa e Yolanda que era possível ir mais além. É sempre.

    Disse-me à partida, no aeroporto de Lisboa, que queria tornar esta "viagem ainda mais histórica". Podia considerar-se um piscar de olho às medalhas. Tal não foi possível, mas a cada competição de seleções debaixo da sua orientação técnica, o prestígio internacional do surf português sai amplamente reforçado. Isso vale ouro. Muito mesmo! 

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • praia
  • mar
  • Portugal
  • Seleção Nacional
  • Seleção Nacional de Surf
  • FPS
  • Federação Portuguesa de Surf
  • David Raimundo
  • Teresa Bonvalot
  • Yolanda Hopkins
  • Fotografia
    FPS
  • Fonte
    Alexandre Melo
similar News
similar
setembro 19
Nacional de Bodyboard: Pierre-Louis Costes e Filipa Broeiro triunfam no Cabedelo
setembro 19
Pierre-Louis Costes e Joana Schenker em evidência no arranque no Cabedelo
setembro 18
Kika e Afonso vencem em Supertubos de qualidade!
setembro 17
Está ON o dia final do Bom Petisco Peniche Pro!
setembro 17
Formação 'Surf & Rescue' a caminho da Figueira da Foz
setembro 17
Voluntários vão limpar a Praia do Cabedelo este sábado
setembro 17
Pure Piraña, a hard seltzer que refresca o verão