Homepage

  • Onda da Esquerda da Padaria, na Madeira, corre perigo de extinção
    06 julho 2021
    arrow
    arrow
  • Projeto da Câmara Municipal de São Vicente pretende construir um parque de estacionamento sobre a praia, que a concretizar-se deverá avançar seis metros para cima do calhau.
  • A informação é avançada esta terça-feira pelo grupo 'SOS Salvem o Surf', que deixa o alerta através de uma nota enviada às redações. 

    A conhecida onda da Esquerda da Padaria em São Vicente, na ilha da Madeira, corre perigo de extinção devido ao projeto da autarquia local para a 'Requalificação da Frente Mar de São Vicente'.

    O projeto, que está em fase de discussão pública, passa pela construção de um parque de estacionamento sobre a praia, que a concretizar-se deverá avançar seis metros para cima do calhau, de acordo com o grupo 'SOS Salvem o Surf'. Este indica que a obra colocará em causa não só a formação da onda, mas consequentemente também terá efeitos adversos ao nível da sustentabilidade do comércio local.

    Um "atentado ambiental" é assim que Valter Miranda, responsável pelo grupo 'SOS Salvem o Surf' na ilha da Madeira, considera este projeto.

    No seu entender, a frente marítima de São Vicente poderia ser alterada, mas para tal bastava "colocar o trânsito em sentido unidirecional e colocar os estacionamentos em espinha e haveria espaço para um passeio e o número de viaturas a estacionar era muito maior".

    A outra solução incide sobre os três parques de estacionamento que já existem na zona. Diz Valter Miranda que se os "funcionários e proprietários dos estabelecimentos comerciais da zona estacionassem as suas viaturas nesses locais, haveria muitos mais estacionamentos livres na marginal de São Vicente".

    Valter Miranda pede ainda o contributo de todos os "amantes da natureza e do mar" através da resposta à consulta pública sobre a 'Requalificação da Frente Mar de São Vicente', pedindo à comunidade que responda "Não Concordo" na mesma. A consulta abriu na passada segunda-feira, dia 5 de julho, e encerra no próximo dia 13 de agosto.

    Declaração de Valter Miranda (surfista, engenheiro do ambiente e responsável pelo grupo 'SOS Salvem o Surf' na ilha da Madeira)

    "O promotor pretende construir um passeio de betão em cima da praia avançando 6 metros para cima do calhau.

    Todos nós sabemos que o mar tem muita força naquela área e que facilmente poderá danificar o eventual passeio.

    Muitos dirão que 6 metros é uma pequena invasão numa praia com cerca de 20 metros de largura (medidos esta semana), mas tenho imagens em que a praia tem apenas 6 metros.

    Qualquer pessoa sabe que o calhau rolado é dinâmico e que se “adapta” às ondulações de modo a proteger a costa. A rebentação vai arrastando o calhau para o mar as ondas vão quebrando mais longe da costa assim como nos tempos de calmaria a rebentação volta a trazer o calhau para terra.

    Algo que também há que ter em conta é que, caso o projeto seja aprovado, tenho a certeza de que a empresa de construção que vai realizar a obra irá usar o calhau da praia para fazer os muros de betão ciclópico (não estou a vê-los a comprar pedra e transportá-la ate à praia havendo tanta ali). Isso vai contribuir para a desproteção da costa e da hipotética obra. E daqui a uns anos toca a meter quebra-mares para proteger uma obra desnecessária.

    A retirada das pedras anteriormente referida vai contribuir para que os fundos se alterem e consequentemente as ondas também, perdendo assim o Sítio do Calhau de São Vicente, uma forma de rendimento que contribui e muito para a movimentação dos estabelecimentos comerciais da zona.

    Apenas para terminar, quero dizer que realmente a frente mar de São Vicente poderia ser alterada. Na minha opinião, bastava colocar o trânsito em sentido unidirecional e colocar os estacionamentos em espinha e haveria espaço para um passeio e o número de viaturas a estacionar era muito maior. Outro facto é que existem a menos de 3 minutos a pé 3 estacionamentos que normalmente estão vazios: um na foz da ribeira, outro no estádio dos juncos e outro no Centro do Ouro. Se os funcionários e proprietários dos estabelecimentos comerciais da zona estacionassem as suas viaturas nesses locais, haveria muitos mais estacionamentos livres na marginal de São Vicente.

    Amantes da natureza e do mar, participem neste processo impedindo este atentado ambiental!"

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • praia
  • mar
  • Portugal
  • São Vicente
  • Ilha da Madeira
  • madeira
  • Câmara Municipal de São Vicente
  • requalificação
  • Frente Marítima
  • Esquerda da Padaria
  • SOS - Salvem o Surf
  • parque de estacionamento
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
julho 06
Crianças do pré-escolar limparam praia em Caminha
julho 06
Calor chega a Portugal: 17 distritos sob aviso amarelo a partir desta quinta-feira
julho 06
Carro cai de falésia na Praia da Bafureira
julho 06
Governo garante que não vai faltar água para consumo humano nos próximos dois anos
julho 03
Martim Nunes e Erica Máximo são os novos campeões nacionais Sub-20
julho 05
Projeto TransforMAR vai fazer têxteis e arte com o plástico recolhido nas praias portuguesas
julho 05
'Maré Alta Maré Baixa - Teatro de Sombras', o evento que vai dar um colorido especial à noite da Praia da Areia Branca