Homepage

  • Portugal perde Kikas e Blanco mas continua bem posicionado em El Salvador
    03 junho 2021
    arrow
    arrow
  • Vasco Ribeiro caiu para as repescagens, onde Carolina Mendes prossegue em grande nível do lado feminino.
  • O quinto dia de ação no Mundial ISA de El Salvador começou de feição para as cores nacionais e chegou a ver Portugal na liderança virtual da competição pelas medalhas coletivas. Contudo, um final de tarde mais atribulado originou as duas primeiras eliminações portuguesas, com Frederico Morais e Miguel Blanco a despedirem-se de prova, após perderem ambos na ronda 5 da repescagem, depois de ao início do dia ambos terem superado a ronda 4 da repescagem.

    Um desfecho de jornada agridoce, pois a equipa portuguesa parte para os últimos três dias de prova na luta pela geral e, agora sim, Kikas está oficialmente confirmado nos Jogos Olímpicos de Tóquio – a vaga já era portuguesa, mas com a derrota de Blanco fica garantida a título pessoal para o campeão nacional.

    Apesar das eliminações do lado masculino, a equipa feminina teve um dia perfeito, marcado por várias vitórias do trio em prova. Teresa Bonvalot e Yolanda Hopkins conseguiram vencer os respetivos heats na ronda 4 e fazem parte do lote de oito surfistas que ainda resistem no quadro principal feminina. Elas que na próxima fase, a ronda 5, competem juntas na mesma bateria.

    Traduzindo por miúdos, se ambas passarem garantem automaticamente um lugar no top 6 final e, consequentemente, duas vagas olímpicas para Portugal, embora ainda não a título pessoal, porque Carolina Mendes também está na equação. Caso apenas passe uma para a próxima fase, Portugal garante logo matematicamente uma vaga.  

    Por sua vez, Carolina Mendes conseguiu superar duas rondas na repescagem e mantém as aspirações olímpicas intactas, estando já na ronda 6 dessa fase. Com as três surfistas ainda entre as 24 que restam na prova feminina, Portugal está bem lançado para obter mais duas vagas em Tóquio.

    O mesmo acontece com Vasco Ribeiro na prova masculina, que caiu para a repescagem, mas que continua com aspirações a qualificar-se para os Jogos Olímpicos, numa altura em que é um dos 30 surfistas ainda em prova. Vasco tem agora de superar 7 rondas para conseguir estar na grande final das medalhas, embora o requisito para as vagas olímpicas possa ser inferior a isso.

    O dia começou de forma perfeita com três sucessos lusos, dois na ronda 4 masculina e um na feminina. Kikas venceu o heat 2 com 12,54 pontos, deixando o peruano Lucca Mesinas no 2.º posto, com o mexicano Dylan Southworth e o canadiano Cody Young a serem eliminados. Blanco conseguiu o 2.º posto no heat 5, depois de uma reta final emocionante, ficando atrás do argentino Jose Gundesen, mas à frente do britânico Stanley Norman e do indonésio Oney Anwar.

    Já Carolina Mendes dominou o oitavo e último heat do lado feminino, vencendo com 12,17 pontos. Carol deixou a mexicana Shelby Detmers no 2.º posto, com Chelsea Tuach, de Barbados, e a uruguaia Marcela Machado a ficarem pelo caminho. Na fase seguinte da repescagem Carolina voltou a estar em destaque ao vencer a quarta e última bateria, com 9,13 pontos, deixando a uruguaia Delfina Morosini no 2.º lugar, com a britânica Ellie Turner e a neozelandesa Saffi Vette a ficarem pelo caminho.

    Na próxima fase, Carolina Mendes vai estar no quarto e último heat, tendo pela frente a chilena Lorena Fica, a canadiana Bethany Zelasko e ainda a australiana e sete vezes campeã mundial Stephanie Gilmore, que nesta prova já foi batida por Yolanda Hopkins. Carol está assim a cinco rondas de chegar à grande final, embora já não possa sofrer mais derrotas, ao contrário das compatriotas que ainda têm uma “vida”.

    O bom momento da equipa feminina também ficou registado no quadro principal, onde Teresa e Yolanda só entraram uma vez na água, com ambas a saírem vencedoras dos respetivos heats. Teresa esteve irrepreensível taticamente e somou 14,66 pontos no heat 1, onde a costarriquenha Leilani McGonagle foi 2.ª, com a nicaraguense Candelaria Resano e alemã Noah Klapp a serem atiradas para a repescagem.

    Yolanda Hopkins seguiu o exemplo de Teresa e venceu a bateria 3, com 9,67 pontos, depois de deixar a neozelandesa e ex-top mundial Paige Hareb na 2.ª posição, atirando a indonésia Taina Izquierdo e a canadiana Bethany Zelasko para a repescagem. Agora, Teresa e Yolanda vão competir no primeiro de dois heats da ronda 5. Com elas na água vão estar a francesa Pauline Ado e Mahina Maeda, fortes oponentes pelas vagas olímpicas. Tal como já explicámos, ambas estão a um curto passo de Tóquio e este heat será determinante para tais contas.

    Foi então que a sorte nacional mudou com o regresso da prova masculina. Com três heats quase em simultâneo, Portugal começou por perder Kikas no heat 2 da repescagem. O surfista português foi superado pelo marroquino Ramzi Boukhiam e pelo venezuelano Francisco Bellorin. No heat seguinte Miguel Blanco perdeu por muito pouco a luta com o sul-africano Matthew McGillivray e com o costarriquenho Noe Mar McGonagle. Ambos despediram-se de El Salvador com um honroso 31.º posto que, ainda assim, ajuda Portugal nas contas coletivas.  

    Por fim, Vasco Ribeiro parecia lançado no quadro principal, mas acabou por ser surpreendido no heat 3 da ronda 4. Com o espanhol Aritz Aranburu a conseguir vencer a bateria destacado, Vasco acabou por perder a luta pelo 2.º posto com o indonésio Ketut Agus Putra, caindo assim para a repescagem. Agora, na ronda 6 da repescagem e já sem “vidas” para gastar, o surfista do Estoril vai lutar com o sul-africano Matthew McGillivray e com o israelita Yoni Klein para se manter em prova e para prosseguir o sonho olímpico.

    Depois de ser um dos quatro países a iniciar este dia com a equipa intacta e de ter estado perto de um dia perfeito, os últimos três heats masculinos acabaram por ser um contratempo para as contas da equipa nacional. Ainda assim, apenas o Japão, França e Peru se encontram à frente de Portugal na tabela geral, todos já com uma eliminação. Uma luta pelas medalhas que promete ser renhida para os dias finais, além, obviamente, de todas as contas olímpicas.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • ISA World Surfing Games
  • Portugal
  • El Salvador
  • frederico morais
  • Miguel Blanco
  • Vasco Ribeiro
  • Carolina Mendes
  • Teresa Bonvalot
  • Yolanda Hopkins
  • Fotografia
    ISA
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
outubro 15
Nasceu a Matosinhos Surf School Cup: a nova competição para as escolas de surf do concelho
outubro 15
Faleceu Tom Morey, o Pai do Bodyboard
outubro 15
Recolhidos 10 kg de lixo marinho na Praia do Samouco (Galeria Fotos)
outubro 15
Reserva Mundial de Surf da Ericeira comemorou 10º aniversário
outubro 15
'EDP Surf for Tomorrow' - A viagem às Maldivas
outubro 15
Nuno Vitorino recebe prémio do Comité Paralímpico de Portugal
outubro 15
Fim de semana chega com tempo mais cinzento e regresso da chuva nas regiões Norte e Centro