Homepage

  • Italo, Toledo e restante equipa brasileira também abandonam Mundial ISA
    02 junho 2021
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    ISA
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Toledo já tinha caído para a repescagem e Italo ainda estava no quadro principal.
  • Primeiro foram nomes sonantes como Gabriel Medina, Carissa Moore ou Caroline Marks. Agora, Filipe Toledo, Italo Ferreira e restante equipa brasileira também decidiram abandonar o Mundial ISA, em El Salvador. A decisão aconteceu esta quarta-feira, depois de muita polémica em torno da debandada dos primeiros tops mundiais.

    O primeiro grupo de cinco surfistas que abandonou a prova após cumprir os requisitos de competir na ronda inaugural alegou a insegurança em termos de saúde, devido aos casos positivos de Covid-19 entre surfistas antes do arranque do campeonato. Agora, perante a imensa pressão das últimas horas, os responsáveis brasileiros decidiram enviar a restante equipa para casa.

    Com Medina e Tatiana Weston-Webb entre o primeiro lote de cinco surfistas que originou esta debandada de El Salvador e com Silvana Lima de fora por ter sido uma das surfistas que testou positivo, restava à equipa brasileira Filipe Toledo, Gabriel Medina e ainda Júlia Santos. Mas também estes estão de partida.

    Curiosamente, Júlia Santos já tinha sido eliminada na ronda 1 da repescagem feminina, depois de ter feito uma pontuação de 0,43 pontos, que já denunciava essa vontade em abandonar a prova. Já Toledo e Italo Ferreira, que é o campeão em título deste evento, ainda estavam em prova, embora posições distintas.

    Toledo já tinha caído para a repescagem e Italo ainda estava no quadro principal. Numa altura em que a competição vai a meio esta situação vem desvirtuar um pouco a verdade desportiva, uma vez que há surfistas que vão avançar para fases mais adiantadas sem terem de competir, sobretudo frente a dois dos principais candidatos.

    No caso de Italo, os beneficiados são o francês Jeremy Flores e o australiano Julian Wilson, que avançam diretamente para a ronda 5. Aqui os “estragos” são reduzidos, uma vez que tanto Wilson como Flores já estão qualificados para Tóquio.

    Dessa forma, já não haverá brasileiros em prova esta quinta-feira. Resta perceber se mais alguma nação com vagas garantias vai seguir o exemplo. Isto numa altura em que a Austrália continua fiel à prova, tendo apenas Nikki van Dijk como baixa, depois de a top mundial ter sido uma das surfistas a acusar positivo.

    Este foi mais um capítulo de uma novela que promete fazer correr muita tinta e que, certamente, vai obrigar a ISA a rever estatutos e regras para a qualificação dos Jogos Olímpicos de Paris’2024. Um episódio que não só belisca a reputação desta prova, que ganhou importância depois de se ter tornado palco da qualificação olímpica, mas que também pode prejudicar o futuro olímpico da modalidade…

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Mundial ISA
  • El Salvador
  • Brasil
  • filipe toledo
  • italo ferreira
  • Fotografia
    ISA
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
outubro 20
Sete raias mantidas em cativeiro foram devolvidas ao mar das Berlengas
outubro 18
Praia da Arriba coroou os campeões nacionais de skimboard de 2021
outubro 20
Joel Rodrigues apurado diretamente para a ronda 3 do Frontón King no Open
outubro 19
Joel Rodrigues, o bodyboarder português que enfrenta o Frontón em busca do título mundial júnior
outubro 20
Tomás Lacerda é o primeiro campeão nacional de SUP Downwind
outubro 19
A Vaga Gigante está de regresso e o período de espera já começou!
outubro 18
Bodyboarders profissionais homenagearam o malogrado Tom Morey