Homepage

  • Cidades costeiras ameaçadas: nível do mar pode subir 60 centímetros até ao final do século
    23 junho 2021
    arrow
    arrow
  • A atual crise climática corre o risco de redesenhar os mapas dos continentes, antevê o relatório provisório de 4000 páginas agora divulgado.
  • A informação é avançada pelo relatório provisório do Painel Intergovernamental de Especialistas sobre a Evolução do Clima.

    A subida do nível do mar, as inundações e a intensificação das ondas de calor estão a ameaçar as cidades costeiras de todo mundo. E a situação para o futuro não deixa antever grandes melhorias. Segundo os peritos climáticos, o nível do mar pode subir 60 centímetros até ao final do século.

    De Bombaim a Miami, passando por Daca ou Veneza, estas cidades e os seus milhões de habitantes que vivem na foz dos estuários ou nas linhas sinuosas da costa estão "na linha da frente" da crise climática que corre o risco de redesenhar os mapas dos continentes, aponta o relatório provisório do Painel Intergovernamental de Especialistas sobre a Evolução do Clima (IPCC, na sigla em inglês), citado pela agência de notícias France-Presse (AFP).

    "O nível do mar continua a subir, as inundações e as ondas de calor são cada vez mais frequentes e intensas e o aquecimento aumenta a acidez do oceano", referem os cientistas neste relatório de 4000 páginas sobre os impactos das mudanças climáticas.

    De acordo com os especialistas, é preciso "fazer escolhas difíceis". Sob o efeito combinado da expansão dos oceanos e do degelo causado pelo aquecimento gobal, a subida do nível do mar também ameaça contaminar os solos agrícolas com água salgada e engolir infraestruturas estratégicas, como portos ou aeroportos.

    Um "perigo para as sociedades e para a economia mundial em geral", alerta o IPCC, sublinhando que cerca de 10% da população mundial e dos trabalhadores estão a menos de 10 metros acima do nível do mar. 

    O relatório de avaliação global dos impactos do aquecimento, criado para apoiar decisões políticas, é muito mais alarmante do que o antecessor, divulgado em 2018.

    O documento deverá ser publicado em fevereiro de 2022, após a aprovação pelos 195 estados-membros da Organização das Nações Unidas (ONU) e depois da conferência climática COP26, marcada para novembro, em Glasgow, na Escócia.

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • praia
  • mar
  • Relatório
  • Aquecimento global
  • Alterações climáticas
  • Subida do nível do mar
  • Onda de calor
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
agosto 09
Avistada caravela-portuguesa na Praia das Maçãs
agosto 09
Tartaruga presa em arte de pesca foi resgatada na foz do Mondego
agosto 09
De quase eliminada de primeira à glória, assim foi a história de Carolina Santos na Costa Nova
agosto 09
Fajã da Areia acolheu o arranque do Circuito Regional de Bodyboard Open da Madeira 2022
agosto 09
Após os sete primeiros meses do ano, Portugal regista número máximo de óbitos em meio aquático
agosto 03
Programa 'Praia Acessível - Praia para Todos!' apresenta número recorde de galardoados em 2022
agosto 05
Beachcam instala live cams nas praias de Paredes da Vitória e da Pedra do Ouro