Homepage

  • Sete nomes que estão a marcar o arranque da Liga MEO Surf     
    13 maio 2021
    arrow
    arrow
  • Os candidatos são os do costume, mas a nova geração tem-se afirmado cada vez mais entre os grandes do surf nacional!
  • A Liga MEO Surf arrancou a todo o gás em 2021 e praticamente num mês já foram disputadas três etapas. O trabalho desenvolvido no ano passado, quando foi o primeiro e dos únicos circuitos a ser disputado em todo o Mundo, continua a dar frutos em 2021, com os surfistas portugueses a serem privilegiados por serem dos poucos em competição em todo o Mundo.

    Os principais nomes do surf nacional têm respondido à chamada, uns de forma mais eficaz que outros, mas todos conectados com as ondas da nossa costa, quer seja num mar mais pequeno e atípico na Ericeira, no mar desafiante da Figueira ou nas belas paredes de Leça. Pelo meio há ainda uma nova geração de surfistas muito novos a quererem já mostrar-se entre os mais crescidos.

    Eis sete figuras – e mais umas quantas menções honrosas – deste promissor arranque de temporada da Liga MEO Surf 2021

    Vasco Ribeiro – O líder do ranking masculino tem dado um show privado, sobretudo nas duas últimas etapas, em que saiu vencedor. Vasco está a surfar ao mais alto nível, mostrando estar novamente em grande forma e a caminho de grandes conquistas. O penta parece cada vez mais perto e a Liga pode ser só a rampa de lançamento para o sucesso internacional. Por falar em licras amarelas, destaque também para a líder feminina, Carolina Mendes. Venceu a primeira etapa, está longe de ter o domínio que Vasco conseguiu no masculino, mas tem sido muito regular e promete lutar com tudo por mais um título.

    Teresa Bonvalot – Não está no topo do ranking feminino, mas é por uma questão de tempo. O facto de ter falhado a etapa da Figueira não a tira, de todo, da corrida ao título, pois entra para descarte. O triunfo no Porto vou dominante e mostrou que, se continuar nesta forma, mais tarde ao mais cedo fica bem posicionada para renovar o título nacional. Destaque também para Afonso Antunes, vencedor da etapa inaugural masculina e que, apesar de Vasco estar lançado, perece ser o único surfista capaz de ainda lutar contra a matemática.

    Kika Veselko – A jovem surfista ainda não tem qualquer vitória na temporada, nem na Liga MEO Surf. Contudo, não duvidamos que deverá ser ainda este ano que lá vai chegar, pois tem estado sempre em grande nível e com uma regularidade incrível. Kika falhou a liderança por pouco no Porto e, se lhe dão muito espaço, é altamente provável que seja uma das grandes candidatas ao título. Não é uma surpresa, mas, sim, uma completa afirmação!

    Tomás Fernandes - Apesar de estar somente no 3.º posto, é bom ver Tomás de regresso em pleno. Recuperada a lesão e a motivação para voltar em força as competições, o surfista da Ericeira parece mais maduro, sempre com o seu surf de linhas bonitas e desejoso de secções mais pesadas. O bom momento estende-se para o regresso às provas internacionais, o que é sempre de saudar. Uma palavra também para outra surfista da Ericeira, a antiga campeã nacional Carina Duarte. Após vários anos ausentes, Carina regressou este ano em pleno e ainda com muito surf para dar e vender.

    Halley Batista – Pode ser algo desconhecido para algumas pessoas, embora seja um surfista de grande experiência internacional. O surfista de origem brasileira e radicado há alguns anos no Algarve só conseguiu entrar nas etapas agora no Porto e não fez por menos, chegando à final. Esta presença é, sem dúvida, uma mais-valia para o espetáculo e também para os jovens surfistas, que têm de elevar o nível frente a surfistas tão experientes como Halley. E como dizemos Halley podemos também frisar Marlon Lipke ou Gony Zubizarreta, e até a cada vez mais surpreendente Charlotte do lado feminino. Isto numa altura em que há alguns rumores sobre a possibilidade de entrada da Liga de outros nomes internacionais, com títulos relevantes no currículo, que estarão já a tratar do processo de nacionalidade.  

    Maria Salgado – Se Kika, Mafalda Lopes, Carolina Santos ou Gabriel Dinis já se afirmaram como a nova geração do surf nacional, há outras surfistas ainda mais novas a mostrarem-se preparadas para assumirem papel de relevo numa nova fornada de jovens talentos. Maria Salgado de Santa Cruz é um desses novos nomes, que, com apenas 14 anos, já mostra bons pormenores técnicos, fazendo inclusivamente alguns resultados positivos. Tal como Maria também podemos destacar Miriam Julião, de 13 anos, um verdadeiro fenómeno de Vagos. Dois nomes que nos dão certezas sobre o futuro do surf feminino nacional.

    Tiago Faria – Chegou à ronda 3 no Porto quase como um perfeito desconhecido e, num dos heats mais equilibrados dessa fase, deu luta a grandes nomes do surf nacional. O seu surf impressionou os que não o conheciam. Vendeu cara a eliminação e ainda ficou à frente do ex-campeão nacional Miguel Blanco. Vindo de Carcavelos, tem somente 15 anos, mas o seu surf já deixa água na boca. Este é um dos nomes em maior destaque entre a nova geração desejosa de seguir as pisadas da geração acima, de Afonso Antunes e Guilherme Ribeiro. Também podemos acrescentar o colega de treino Francisco Mittermayer [na foto]. Nomes que prometem dar muitas dores de cabeça aos tops nas próximas etapas.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • liga meo surf
  • Vasco Ribeiro
  • Carolina Mendes
  • Maria Salgado
  • Miriam Julião
  • Francisco Mittermayer
  • Tiago Faria
  • Teresa Bonvalot
  • Tomás Fernandes
  • Afonso Antunes
  • Carina Duarte
  • Kika Veselko
  • Halley Batista
  • Marlon Lipke
  • Gony Zubizarreta
  • Charlotte van Berkum
  • Fotografia
    Jorge Matreno/ANSurfistas
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
outubro 22
Surf Clube de Viana faz história! É a primeira instituição do mundo a receber o certificado STOKE Melhores Práticas
outubro 22
Frontón King: Joel Rodrigues diz adeus à prova da categoria Open
outubro 22
Praia do Peneco alvo de 'intervenção porfunda'
outubro 22
Praia do Dragão Vermelho acolhe etapa única do Nacional de Longboard de 2021
outubro 23
Bodyboard: Conta de Instagram da IBC foi hackeada
outubro 22
Algarve eleito o 'Melhor Destino de Praia da Europa'
outubro 22
Heat draw definido para a finalíssima do Nacional de Surf Esperanças Sub-18