Homepage

  • Vasco Ribeiro e um registo avassalador a caminho da história!
    27 abril 2021
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    Jorge Matreno/ANSurfistas
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Depois de ter vencido a primeira etapa já há 12 anos, em 2009, em São Pedro do Estoril, com apenas 14 anos, Vasco parece cada vez mais perto de pulverizar todos os recordes do surf nacional.
  • A vitória alcançada por Vasco Ribeiro, no passado domingo, na praia do Cabedelo, na segunda etapa da Liga MEO Surf 2021, promete permanecer na memória coletiva do surf nacional durante muito tempo. Uma performance avassaladora, com um surf verdadeiramente explosivo, que foi premiada com o lugar mais alto do pódio e não só. Os registos de Vasco na Figueira da Foz foram dignos de algo histórico e colocam-no ainda mais perto do Olimpo do surf português.

    Começando pelo fim, Vasco Ribeiro colocou a cereja no topo do bolo com a nota 10 feita na última onda do campeonato e numa altura em que já tinha o triunfo assegurado. Esta foi a primeira nota perfeita na Liga MEO Surf em mais de quatro anos, desde que Teresa Bonvalot conseguiu o mesmo feito, precisamente, na Figueira da Foz, em 2017. Momentos raros de inspiração que na prova masculina, por exemplo, já não aconteciam há mais de cinco anos.

    Com essa nota 10, Vasco terminou a final com um incrível total de 19 pontos, deixando Guilherme Fonseca em combinação. Foi o melhor score rubricado em etapas da Liga em cerca de cinco anos, desde os 19,40 pontos conseguidos por Gony Zubizarreta na Ericeira, em 2016.

    Mas houve mais! O surfista da praia da Poça conseguiu ainda fazer as três melhores ondas do campeonato, com 10,00, 9,75 e 9,60 pontos, e os três melhores scores, com 19,00, 17,65 e 16,60. Algo que ninguém conseguiu fazer, pelo menos, desde 2015 e tendo em conta a prova masculina e feminina em conjunto. A juntar a isso, Vasco ainda teve uma quarta onda na casa dos 9 pontos, que foi a quinta melhor de toda a prova masculina, assim como conseguiu o quinto melhor score da mesma prova masculina, com 15,10 pontos.

    Uma exibição de sonho que rendeu o 13.º triunfo em etapas a Vasco Ribeiro, igualando os históricos Tiago Pires e José Gregório, ficando a apenas um dos 14 de Frederico Morais e a três do recorde de 16 triunfos pertencentes a outro histórico surfista nacional: João Antunes. Ainda assim, esta foi somente a primeira vez que venceu na Figueira da Foz.

    Depois de ter vencido a primeira etapa já há 12 anos, em 2009, em São Pedro do Estoril, com apenas 14 anos, Vasco parece cada vez mais perto de pulverizar todos os recordes do surf nacional. Isto porque, aos 26 anos, o triunfo conquistado na Figueira, aliado a uma performance ímpar, deixam o tetracampeão nacional lançado para o quinto título, que seria um recorde - está igualado com Ruben Gonzalez. Resta frisar que o primeiro desses títulos aconteceu em 2011, com apenas 16 anos, e, curiosamente, há 10 anos.

    Se superar as 16 vitórias em etapas de João Antunes não é algo que já possa acontecer em 2021, porque faltam apenas ser disputadas três etapas, a verdade é que esse quinto título parece ser uma realidade próxima. Para aqueles que mais possam desconfiar disso, fica apenas esta estatística: O local onde Vasco venceu mais etapas na carreira foi no Porto, com 4 vitórias, seguindo-se Sintra, com 3 triunfos. Curiosamente, serão os palcos das duas próximas etapas da Liga MEO Surf…

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • liga meo surf
  • Figueira da Foz
  • Vasco Ribeiro
  • Fotografia
    Jorge Matreno/ANSurfistas
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
setembro 28
Kelly Slater salvou estrela de cinema em torneio de golfe
setembro 28
Save The Waves Film Fest Azores Tour está de regresso a São Miguel
setembro 27
David Raimundo e a aventura de Vasco em Huntington Beach: 'Queríamos mais'
setembro 27
Praia da Aguçadoura coroou os campeões nacionais de bodyboard esperanças competição de 2021
setembro 27
10 anos depois, o Circuito Nacional de Bodyboard está a caminho dos Açores
setembro 27
Ericeira WSR+10 promove curso sobre surfing e sustentabilidade
setembro 24
Nunca houve tantas mulheres no circuito nacional como em 2021!