Homepage

  • Estrada é encerrada em Tallinn durante a noite para salvar milhares de sapos e rãs
    16 abril 2021
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Os animais necessitam de atravessar o alcatrão em direção a uma lagoa, local de reprodução.
  • A capital da Estónia, Tallinn, é notícia porque uma das suas estradas encontra-se encerrada durante a noite, neste mês de abril, para manter a salvo milhares de sapos e rãs.

    Isto porque os animais necessitam de atravessar o alcatrão em direção a uma lagoa, local de reprodução. Esta é uma ação que costuma contar todas as primaveras com a ajuda de voluntários, mas devido ao atual contexto pandémico tal situação torna-se impossível

    Por isso, a única solução passou por encerrar a estrada durante o período noturno para assim os animais permanecerem a salvo dos automóveis, que circulam na faixa de rodagem.

    Para evitar no futuro esta solução mais drástica, as autoridades locais estão já a pensar na construção de um túnel sob a estrada ou então a concepção de uma lagoa do lado da estrada onde os sapos e as rãs passam o inverno.

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Sapos
  • Rãs
  • Natureza
  • Ecossistema
  • Meio Ambiente
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
julho 07
Baía dos Juncos acolhe arranque do Regional de Surf Open madeirense
julho 07
Três anos depois, o Internacional de Skimboard está de volta a Santa Cruz
julho 07
Portugal revela convocados para o Eurosurf Júnior
julho 06
Crianças do pré-escolar limparam praia em Caminha
julho 06
Calor chega a Portugal: 17 distritos sob aviso amarelo a partir desta quinta-feira
julho 06
Carro cai de falésia na Praia da Bafureira
julho 06
Governo garante que não vai faltar água para consumo humano nos próximos dois anos