Homepage

  • Praia no Quénia tem 'polícia' para proteger as tartarugas-marinhas
    10 fevereiro 2021
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Esta guarda pretoriana é constituída por antigos pescadores locais.
  • Esta é uma história que nos chega do Quénia, mais concretamente da zona sul deste país africano. É na Praia de Tiwi que existe uma 'polícia' no qual a sua missão não é proteger os cidadãos, mas sim as tartarugas-marinhas.

    Sim, leste bem. Neste local existem 12 polícias de tartarugas-marinhas, cuja sua função é garantir que ao longo dos 12 quilómetros de praia os ninhos destes animais estão em segurança e simultaneamente assegurar que as tartarugas após o nascimento rumam em direção ao mar sem percalços.

    Isto porque neste percurso podem chamar a atenção de seres humanos, cães, pássaros ou caranguejos, situação que pode originar ataques às espécies.

    Esta guarda pretoriana é constituída por antigos pescadores locais, sendo que na realização da sua tarefa estes contam com a ajuda de guardas-florestais e cientistas.

    Em conjunto, verificam se os animais encontram-se num local seguro ou precisam de ser transferidos para uma outra área, de modo a estarem em maior segurança. Todo este trabalho faz parte do projeto 'Tiwi Turtle'.

    Importa referir que as praias do Quénia são locais onde ocorre a nidificação de diversas espécies de tartarugas, muitas delas classificadas como espécies ameaçadas de extinção.

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • praia
  • mar
  • Quénia
  • Ecossistema
  • Natureza
  • Meio Ambiente
  • África
  • tartaruga marinha
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
outubro 20
Devolvidas ao mar das Berlengas as raias mantidas em cativeiro
outubro 20
Tomás Lacerda é o primeiro campeão nacional de SUP Downwind
outubro 19
A Vaga Gigante está de regresso e o período de espera já começou!
outubro 19
Joel Rodrigues, o bodyboarder português que enfrenta o Frontón em busca do título mundial júnior
outubro 18
Bodyboarders profissionais homenagearam o malogrado Tom Morey
outubro 19
Título nacional de Surf Esperanças Sub-18 discute-se em Ribeira d'Ilhas
outubro 19
Praia do Cabo do Mundo apadrinhou estreia da Matosinhos Surf School Cup