Homepage

  • 'A mineração em mar profundo é um desastre ambiental evitável', diz relatório da WWF
    10 fevereiro 2021
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Desde a biodiversidade do fundo do mar aos efeitos na pesca, são muitos os problemas desta prática.
  • O alerta é feito pela organização internacional World Wide Fund for Nature (WWF) e pela sua parceira portuguesa Associação Natureza Portugal (ANP) através da divulgação do relatório 'O que sabemos e não sabemos sobre a mineração em mar profundo'.

    Este é um trabalho que indica que a mineração em mar profundo pode destruir ecossistemas e biodiversidade do fundo do mar e ter efeitos na pesca, meios de subsistência e segurança alimentar, e comprometer os ciclos de carbono e nutrientes dos oceanos.

    No documento, no qual se descrevem os possíveis impactos da mineração nos ecossistemas e na biodiversidade marinha, as duas organizações afirmam que a mineração em mar profundo é "um desastre ambiental evitável", e pedem uma moratória global sobre mineração em mar profundo, até que os riscos ambientais, sociais e económicos sejam compreendidos de forma abrangente.

    No relatório as duas organizações salientam que a indústria planeia explorar os fundos oceânicos para extrair metais e minerais como cobalto, lítio e níquel, mas advertem que esse não pode ser o caminho.

    "A indústria quer que pensemos que a mineração em mar profundo é necessária para satisfazer a procura de minerais que vão para as baterias de veículos elétricos e aparelhos eletrónicos que estão nos nossos bolsos, mas não é assim", diz Jessica Battle, líder da iniciativa 'No Deep Seabed Mining Initiative' da WWF.

    O que é preciso, adianta, citada num comunicado, é "dirigir o foco para a inovação e para a procura de produtos e processos menos intensivos em recursos".

    No relatório alerta-se que, dado o ritmo lento dos processos de extração em mar profundo, é pouco provável que os habitats destruídos recuperem numa escala temporal humana e salienta-se também que os ecossistemas marinhos estão ligados, e que muitas espécies são migratórias, pelo que "a mineração em mar profundo não pode ocorrer isoladamente, e as perturbações podem facilmente atravessar as fronteiras jurisdicionais".

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • mar
  • Oceano
  • fundo do mar
  • mineração aquática
  • Ecossistema
  • Relatório
  • Natureza
  • Meio Ambiente
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
fevereiro 06
Gustavo Ribeiro é vice-campeão do mundo de skate
fevereiro 06
Farol do Cabo de São Vicente alvo de profunda restauração
fevereiro 01
Surf nacional lamenta perda de Pedro Lacerda
fevereiro 03
Lucas Fink, de Ipanema para as ondas grandes da Nazaré com a prancha de skimboard: 'Se o teu sonho não te dá medo, não estás a sonhar alto'
fevereiro 03
Sol e temperaturas acima dos 20ºC no primeiro fim de semana de fevereiro
fevereiro 03
Está a chegar o Circuito Regional de Surf do Sul 2023!
fevereiro 02
Tempo frio ainda deixa três distritos sob aviso amarelo