Homepage

  • 'A mineração em mar profundo é um desastre ambiental evitável', diz relatório da WWF
    10 fevereiro 2021
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Desde a biodiversidade do fundo do mar aos efeitos na pesca, são muitos os problemas desta prática.
  • O alerta é feito pela organização internacional World Wide Fund for Nature (WWF) e pela sua parceira portuguesa Associação Natureza Portugal (ANP) através da divulgação do relatório 'O que sabemos e não sabemos sobre a mineração em mar profundo'.

    Este é um trabalho que indica que a mineração em mar profundo pode destruir ecossistemas e biodiversidade do fundo do mar e ter efeitos na pesca, meios de subsistência e segurança alimentar, e comprometer os ciclos de carbono e nutrientes dos oceanos.

    No documento, no qual se descrevem os possíveis impactos da mineração nos ecossistemas e na biodiversidade marinha, as duas organizações afirmam que a mineração em mar profundo é "um desastre ambiental evitável", e pedem uma moratória global sobre mineração em mar profundo, até que os riscos ambientais, sociais e económicos sejam compreendidos de forma abrangente.

    No relatório as duas organizações salientam que a indústria planeia explorar os fundos oceânicos para extrair metais e minerais como cobalto, lítio e níquel, mas advertem que esse não pode ser o caminho.

    "A indústria quer que pensemos que a mineração em mar profundo é necessária para satisfazer a procura de minerais que vão para as baterias de veículos elétricos e aparelhos eletrónicos que estão nos nossos bolsos, mas não é assim", diz Jessica Battle, líder da iniciativa 'No Deep Seabed Mining Initiative' da WWF.

    O que é preciso, adianta, citada num comunicado, é "dirigir o foco para a inovação e para a procura de produtos e processos menos intensivos em recursos".

    No relatório alerta-se que, dado o ritmo lento dos processos de extração em mar profundo, é pouco provável que os habitats destruídos recuperem numa escala temporal humana e salienta-se também que os ecossistemas marinhos estão ligados, e que muitas espécies são migratórias, pelo que "a mineração em mar profundo não pode ocorrer isoladamente, e as perturbações podem facilmente atravessar as fronteiras jurisdicionais".

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • mar
  • Oceano
  • fundo do mar
  • mineração aquática
  • Ecossistema
  • Relatório
  • Natureza
  • Meio Ambiente
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
janeiro 19
Caitlin Simmers quer apenas continuar a ser Caitlin Simmers, para já
janeiro 19
Estão abertas as inscrições para curso de nadador-salvador profissional em Sintra
janeiro 19
Gabriel Ribeiro está de volta em 2022 e 100% dedicado ao surf
janeiro 18
Teresa Bonvalot e a nova época: 'Estou com muita vontade de voltar ao ataque'
janeiro 18
Praias da capital do Peru atingidas por maré negra
janeiro 19
Julian Wilson lança marca de roupa
janeiro 18
The Wave vai construir mais seis parques no Reino Unido e Irlanda