Homepage

  • Redução de oxigénio nos oceanos é a maior ameaça para os organismos marinhos
    12 janeiro 2021
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Os impactos negativos resultantes da redução do oxigénio verificaram-se em grupos de animais como peixes, crustáceos ou moluscos.
  • A conclusão é dos investigadores do Laboratório Marítimo da Guia do Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE), da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

    A perda de oxigénio nos oceanos constitui o fator de maior impacto negativo para os organismos marinhos, sendo mesmo mais nocivo do que o aumento da temperatura da água, defende um estudo hoje divulgado.

    Os investigadores, que analisaram os resultados de cerca de 700 experiências publicadas entre 1990 e 2016, revelam que os impactos da perda de oxigénio no oceano "ultrapassam os projetados para o aquecimento e acidificação no final do século", constituindo o "fator com mais impacto negativo nos organismos marinhos".

    "O que concluímos é que a hipoxia [níveis reduzidos de oxigénio] causou consistentemente mais impactos negativos do que o aumento da temperatura ou a redução do pH em vários aspetos da performance dos organismos, por exemplo, abundância, desenvolvimento, metabolismo, crescimento e reprodução", adiantou Rui Rosa, investigador do MARE e um dos autores do estudo, publicado na revista científica Nature Ecology and Evolution.

    Segundo o professor do departamento de Biologia Animal da Faculdade de Ciências da Universidade Lisboa, estes impactos negativos resultantes da redução do oxigénio verificaram-se em grupos de animais como peixes, crustáceos ou moluscos, em vários estádios de vida, desde os ovos e larvas até aos organismos adultos, mas também em regiões climáticas diversas.

    Perante estas conclusões, os investigadores alertaram para a importância de se incluir a perda de oxigénio como uma "variável fulcral no estudo dos impactos das alterações climáticas no oceano global" e para o desenvolvimento de ações de adaptação e mitigação mais direcionadas para este "trio mortal" - aquecimento, acidificação e níveis reduzidos de oxigénio.

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Praia
  • Mar
  • Mundo
  • Natureza
  • Ecossistema
  • Estudo
  • Investigação
  • Meio Ambiente
  • organismos marinhos
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
junho 15
Publicada a lista final com a lotação das praias de Portugal Continental
junho 15
Quercus destaca aumento de praias com 'Qualidade de Ouro' em 2021
junho 15
Ponto irreversível do aquecimento global já pode ter sido atingido
junho 15
Terça-feira de trovoada: 12 distritos sob aviso laranja
junho 14
Câmara Municipal de Sintra vai requalificar a Praia das Maçãs
junho 14
21 meses depois regressou a Red Bull Cliff Diving World Series
junho 14
10 distritos sob aviso amarelo devido à previsão de chuva, granizo e trovoada