Homepage

  • Redução de oxigénio nos oceanos é a maior ameaça para os organismos marinhos
    12 janeiro 2021
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Os impactos negativos resultantes da redução do oxigénio verificaram-se em grupos de animais como peixes, crustáceos ou moluscos.
  • A conclusão é dos investigadores do Laboratório Marítimo da Guia do Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE), da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

    A perda de oxigénio nos oceanos constitui o fator de maior impacto negativo para os organismos marinhos, sendo mesmo mais nocivo do que o aumento da temperatura da água, defende um estudo hoje divulgado.

    Os investigadores, que analisaram os resultados de cerca de 700 experiências publicadas entre 1990 e 2016, revelam que os impactos da perda de oxigénio no oceano "ultrapassam os projetados para o aquecimento e acidificação no final do século", constituindo o "fator com mais impacto negativo nos organismos marinhos".

    "O que concluímos é que a hipoxia [níveis reduzidos de oxigénio] causou consistentemente mais impactos negativos do que o aumento da temperatura ou a redução do pH em vários aspetos da performance dos organismos, por exemplo, abundância, desenvolvimento, metabolismo, crescimento e reprodução", adiantou Rui Rosa, investigador do MARE e um dos autores do estudo, publicado na revista científica Nature Ecology and Evolution.

    Segundo o professor do departamento de Biologia Animal da Faculdade de Ciências da Universidade Lisboa, estes impactos negativos resultantes da redução do oxigénio verificaram-se em grupos de animais como peixes, crustáceos ou moluscos, em vários estádios de vida, desde os ovos e larvas até aos organismos adultos, mas também em regiões climáticas diversas.

    Perante estas conclusões, os investigadores alertaram para a importância de se incluir a perda de oxigénio como uma "variável fulcral no estudo dos impactos das alterações climáticas no oceano global" e para o desenvolvimento de ações de adaptação e mitigação mais direcionadas para este "trio mortal" - aquecimento, acidificação e níveis reduzidos de oxigénio.

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Praia
  • Mar
  • Mundo
  • Natureza
  • Ecossistema
  • Estudo
  • Investigação
  • Meio Ambiente
  • organismos marinhos
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
abril 09
Liga MEO Surf: 5 curiosidades sobre Ribeira d’Ilhas   
abril 09
Vasco Ribeiro e Carina Duarte destacam-se no dia inaugural em Ribeira d'Ilhas
abril 10
Liga MEO Surf: Definidos os finalistas do Allianz Ericeira Pro
abril 11
Liga MEO Surf: Afonso Antunes e Carolina Mendes repetem vitória na Ericeira
abril 09
Academy of Surfing Instructors Portugal promove curso de Treinadores de Surfing Grau 1
abril 09
BV2 e Volume II, os mais recentes modelos em Twin Tech EPS da Chilli Surfboards
abril 09
FPS vai realizar formação de Resgate e Sobrevivência com Moto de Água