Homepage

  • Do trenó puxado por cães no nevão de Madrid ao calor de Atenas, assim vai o inverno na Europa
    11 janeiro 2021
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Em Chania, na ilha de Creta, os termómetros chegaram aos 28,3ºC, uma das temperaturas mais elevadas verificadas na Grécia em janeiro nos últimos 50 anos.
  • Por estes dias, a Europa vive mais um inverno, este ano afectado pela pandemia do novo coronavírus e todas as restrições que tal situação traz ao dia a dia dos cidadãos dos mais diversos países do Velho Continente.

    Em Portugal, os últimos dias têm sido marcados por muito frio, pelo que o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) emitiu aviso amarelo para todo o território continental. Situação que irá vigorar até às 12h00 de quarta-feira, dia 13 de janeiro.

    Por cá, este frio de rachar tem dado a origem a fenómenos pouco habituais, como o facto de ter nevado pela primeira vez na cidade de Évora desde 2009.

    Aqui ao lado, em Espanha, a situação meteorológica também não tem estado muito melhor nos últimos dias. Os efeitos da depressão Filomena levaram ao mau tempo ao país vizinho, naquela que já foi considerada pelas autoridades locais como a mais violenta tempestade a assolar Espanha nos últimos 50 anos.

    Para além de terem sido atingidos valores históricos em termos de temperatura mínima, a cidade de Madrid foi alvo de um nevão que jamais será esquecido. Estradas cortadas, pessoas retidas nos veículos, automóveis atascados, árvores caídas, aeroportos encerrados, aconteceu de tudo um pouco na capital espanhola nos últimos dias.

    Apesar das medidas restritivas que vigoram em Madrid por causa da pandemia, nesta que é uma das zonas mais afectadas do país, e da indicação para permanecer em casa, os habitantes locais saíram à rua para desfrutar do momento.

    Nas redes sociais, proliferaram imagens de uma batalha campal de bolas de neve em pleno centro de Madrid, mas houve também quem aproveitasse o momento para fazer esqui ou snowboard nas ruas onde diariamente circulam veículos. Houve ainda quem fosse mais longe ao andar pelas ruas madrilenas com um trenó puxado por cães.

    Se a Península Ibérica tem estado gelada por estes dias, já na Grécia mais parece que estamos no verão, apesar de também ali ser inverno.

    O calor sentido este domingo na Grécia levou as pessoas a acorrerem às praias e aos parques, ignorando o confinamento imposto pela atual situação pandémica.

    Segundo o Observatório Nacional de Atenas, a temperatura na cidade de Chania, na ilha de Creta, atingiu os 28,3ºC, uma das mais elevadas para o mês de janeiro em 50 anos.

    Na capital grega, Atenas, os termómetros chegaram aos 22ºC, quando as temperaturas habituais nesta época do ano rondam os 15ºC.

    As temperaturas elevadas vão manter-se até quarta-feira e devem-se à influência de vento quente proveniente de África, que libertou poeiras para o ar.

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Espanha
  • Grécia
  • Madrid
  • Inverno
  • Neve
  • Europa
  • calor
  • Temperatura
  • Temperaturas baixas
  • Praia
  • Mar
  • Frio
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
junho 29
Título nacional vai ser discutido por 12 surfistas!
junho 29
Garrett McNamara: 'Devo ao oceano tudo aquilo que alcancei na vida'
junho 29
O surf e a responsabilidade de ajudar a proteger os oceanos
junho 28
Surfrider Foundation Europe promove limpeza da foz do rio Trancão na quinta-feira
junho 29
Torneira gigante que despeja plásticos dá nas vistas no Parque das Nações
junho 28
Campeões do III São Vicente SUP Challenge coroados em Ponta Delgada
junho 28
Teresa Bonvalot fez o pleno de conquistas nos Açores