Homepage

  • AESDP lança 1º Certificado de Qualidade de Escolas de Surf em Portugal
    06 janeiro 2021
    arrow
    arrow
  • O certificado lançado, sob a forma de selo, será respeitante ao ano civil de 2021.
  • O ano de 2021 começa com novidades por parte da Associação de Escolas de Surf de Portugal (AESDP) em termos da contribuição para a valorização das escolas de surf e para a regulamentação do setor.

    Em comunicado oficial, a AESDP fez saber que acabou de lançar o 1º Certificado de Qualidade de Escolas de Surf em Portugal, no caso respeitante ao ano civil de 2021.

    Uma ideia que surge dado o "contínuo crescimento das atividades de deslize em ondas e o consequente aumento do número de operadores de ensino, não havendo contudo ferramentas para distinguir aqueles que, além dos requisitos legais, cumprem também com importantes critérios de Qualidade e Segurança".

    Dentro deste âmbito, a AESDP "definiu assim os requisitos obrigatórios e o Código de Conduta e Segurança associados a este Certificado, que serão anualmente revistos e adaptados com a participação de todos os membros certificados".

    “Desde que começámos a criar esta Certificação, surgiram muitas ideias de critérios, mas queríamos que todo o tipo de Escola pudesse ser elegível, da maior à mais pequena. Por isso decidimos criar um conjunto de requisitos que se possam aplicar de uma forma geral e que permitem um primeiro nível de distinção das Escolas que atuam de forma mais profissional e responsável”, afirma Afonso Teixeira, diretor-executivo da AESDP.

    O mesmo responsável destaca ainda que “este será um ano-piloto desta certificação, em que iremos incluir todas as Escolas de Surf que se certificarem num Grupo de Trabalho que irá reunir ao longo do ano de 2021, para podermos em conjunto adaptar a própria certificação para que esta se torne melhor e mais reconhecida a cada ano”.

    O regulamento de funcionamento do Certificado, o Código de Conduta e Segurança e toda a informação para adesão, podem ser consultados no sítio de internet da AESDP, sendo de destacar entre os requisitos a obrigatoriedade dos membros certificados estarem licenciados pela Capitanias e/ou Município durante todo o ano, terem um vínculo laboral com o/a Treinador/a responsável e comprovarem a participação em formações em resgate aquático, primeiros socorros e/ou Suporte Básico de Vida.

    Segundo Afonso Teixeira, o principal objetivo deste certificado, sob a forma de selo, passa por "identificar facilmente os operadores que têm uma verdadeira dedicação com a qualidade e a segurança dos serviços prestados”.

    “O problema é que os registos, tanto no Turismo de Portugal como na Federação Portuguesa de Surf, não dão qualquer garantia a este nível e as Capitanias e Municípios têm requisitos muito distintos entre eles. O registo no Turismo de Portugal apenas certifica que a Escola tem os seguros obrigatórios em dia, o que é novamente verificado pela Capitania ou Município no momento de emitir a licença, e depois temos o problema já identificado de Treinadores que dão o nome para o registo na FPS de várias Escolas. Portanto, esta iniciativa irá transmitir de uma forma transparente que as Escolas detentoras deste selo vão além dos requisitos legais, permitindo ao público e clientes das Escolas de Surf fazer uma escolha mais informada e responsável”, concluiu Afonso Teixeira.

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

     

     

     

Tags
  • Praia
  • Mar
  • Portugal
  • AESDP
  • Associação de Escolas de Surf de Portugal
  • Surf
  • Ensino do surf
  • Escolas de Surf
  • Selo
  • Certificado
  • Certificado de Qualidade de Escolas de Surf
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
julho 23
Quatros surfistas foram porta-estandarte na Cerimónia de Abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio'2020
julho 26
Como podemos ver o dia das finais olímpicas do surf em Tóquio'2020?
julho 24
Seis seleções nacionais vão a jogo em Tóquio'2020 com o máximo de surfistas possíveis
julho 26
Já diplomada, Yolanda Hopkins quer mais de Tóquio'2020: 'Aqui não há limites, não é?'
julho 26
Arrancou o dia decisivo da prova olímpica de surf!
julho 26
A inacreditável montanha-russa de emoções da Costa Rica na prova olímpica de surf
julho 26
Projeto 'Surf & Rescue' visitou pela primeira vez a Madeira