Homepage

  • Fortes sismos em vários continentes marcam fim do ano     
    30 dezembro 2020
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Pelo menos sete pessoas morreram e vinte ficaram feridas na sequência de um forte sismo sentido na Croácia.
  • O ano de 2020 foi marcado por vários desastres, com a pandemia em ponto de destaque. Mas a última semana do ano não deixou de ser marcada pela tragédia, com o registo de vários sismos fortes em diversos pontos do planeta. O mais significativo aconteceu esta terça-feira na Croácia, mas já na véspera a terra tinha tremido e bem em dois pontos da América do Sul. Esta quarta-feira foi a vez de o Japão também sofrer um forte abalo.

    Segundo as autoridades croatas, pelo menos sete pessoas morreram e vinte ficaram feridas na sequência deste sismo, considerado o mais intenso dos últimos trinta anos no país. O abalo atingiu a magnitude de 6.3 na escala de Richter, com o epicentro a situar-se a cerca de 50 quilómetros da capital Zagreb. Este foi o abalo que mais danos causou de todos os que se fizeram sentir na derradeira semana do trágico 2020.

    No domingo tinha sido o Chile a sofrer um abalo de magnitude 6,7 na escala de Richter, que acabou por não causar vítimas ou danos materiais, segundo os meios locais. O sismo teve o epicentro a 144 quilómetros a oeste do município costeiro de Toltén, na zona centro sul do país.

    Antes disso, também na América do Sul, tinha sido o Peru a sentir um sismo de magnitude 6. O epicentro foi localizado no Oceano Pacífico, 36 quilómetros a sudoeste do município de Chala e registaram-se alguns danos materiais. Esta atividade sísmica na América do Sul chegou a lançar um alerta para possível tsunami, que posteriormente não se verificou.  

    Por fim, já esta quarta-feira, um terramoto de 5,1 graus na escala de Ritcher atingiu o Japão e foi fortemente sentido em Tóquio, sem que as autoridades tenham emitido qualquer aviso de tsunami ou comunicado danos materiais ou pessoais. O sismo ocorreu às 09:35 (00:35 em Lisboa) com o epicentro localizado em Ibaraki, a nordeste de Tóquio, a cerca de 60 quilómetros de profundidade, informou a Agência Meteorológica do Japão.

    O terramoto atingiu o nível 4 na escala japonesa de 7, mais concentrado nas áreas afetadas (Ibaraki, Tochigi e Chiba), mas foi também sentido e registado como nível 3 na capital. O Japão está situado no chamado Anel de Fogo, uma das zonas sísmicas mais ativas do mundo, com as infraestruturas nacionais a serem concebidas para resistir aos terramotos.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Sismo
  • Croácia
  • América do Sul
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
outubro 06
Jaime Veselko conquista etapa no famoso circuito NSSA
outubro 06
Forum Algarve recebe 3.ª edição do Surf & Fitness
outubro 05
Marta Paço: 'Para mim, o surf significa independência e alegria' (Entrevista)
outubro 05
Millennium BCP é o novo patrocinador de Marta Paço
outubro 04
Costa Nova coroou campeões de Kneeboard e Masters de Bodyboard
outubro 03
Portugal arrecada 30 prémios nos Oscares Europeus dos Turismo
outubro 03
Curso de Treinadores de Surf Grau I de regresso ao Dr. Bernard Surf Center