Homepage

  • Restaurar a saúde do oceano é o compromisso de 14 líderes políticos internacionais
    02 dezembro 2020
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • O primeiro-ministro António Costa é um dos governantes que subscreveu este compromisso.
  • O painel de alto nível para uma economia sustentável do oceano, que integra 14 chefes de Estado e do Governo, incluindo o primeiro-ministro português, comprometeu-se a "restaurar a saúde" do oceano e construir uma economia oceânica sustentável.

    Os governantes defendem que, através deste compromisso, será possível dar um impulso à economia, tornando-a resiliente face a futuras crises.

    O painel é constituído pelos primeiro-ministros de Portugal, António Costa, da Austrália, Scott Morrison, das Frigi, Frank Bainimaram, da Jamaica, Andrew Holness, do Japão, Yoshihide Suga, e da Noruega, Erna Solberg.

    Integram ainda este grupo os presidentes do Chile, Sebastián Piñera, do Gana, Nana Addo Dankwa Akufo-Addo, da Indonésia, Joko Widodo, do Quénia, Uhuru Kenyatta, do México, Andrés Manuel López Obrador, da Namíbia, Hage G. Geingob, e do Palau, Tommy Remengesau.

    "O oceano é a casa de muitos ecossistemas complexos que enfrentam ameaças significativas. As ações que tomamos agora podem salvaguardar a capacidade de regeneração do oceano [...]. Ações rápidas devem ser tomadas hoje para enfrentar as alterações climáticas, acidificação, aquecimento dos oceanos, poluição marinha, pesca excessiva e a perda de habitats e biodiversidade", sublinharam no documento ao qual a agência noticiosa Lusa teve acesso.

    Segundo os governantes, a pandemia do novo coronavírus veio destacar a necessidade de um trabalho conjunto para dar resposta a estes desafios globais, além de ter aumentado a pressão financeira sobre os países em desenvolvimento.

    Assim, os governantes propõem-se a, até 2025, gerir de forma totalmente sustentável a área oceânica sob a jurisdição nacional, um caminho que esperam que seja seguido por todos os países costeiros e oceânicos até 2030.

    No que concerne à saúde do oceano, os governantes desejam que, no período em causa, os objetivos do Acordo de Paris sejam alcançados, que os ecossistemas marinhos e costeiros estejam "saudáveis, resilientes e produtivos", além de apontarem a redução da poluição oceânica.

    Neste âmbito, o painel definiu como prioritário incentivar o uso de alternativas aos plásticos e o 'design' de produtos sustentáveis, aplicar regras sobre transferências de resíduos e exportações ilegais e promover uma agricultura que minimize o uso de pesticidas e fertilizantes.

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Praia
  • Mar
  • Portugal
  • Sustentabilidade
  • Ecossistema
  • Natureza
  • Oceano
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
outubro 03
Portugal arrecada 30 prémios nos Oscares Europeus dos Turismo
outubro 03
Curso de Treinadores de Surf Grau I de regresso ao Dr. Bernard Surf Center
outubro 03
Joel Rodrigues e Filipa Broeiro vice-campeões europeu de bodyboard
outubro 03
Surf Clube de Viana em destaque no Euro’Meet 2022 na Dinamarca
outubro 03
Francisco Santos sagra-se campeão nacional Sub-12
outubro 03
Rodrigo Carrajola sagra-se tricampeão nacional de bodysurf
setembro 30
Melhores bodysurfers nacionais a caminho da Praia do Guincho