Homepage

  • Vacinação contra Covid-19 não será obrigatória para os atletas olímpicos, garante o COI
    17 novembro 2020
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    ISA/Sean Evans
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • A vacina não será obrigatória, pois trata-se de uma 'questão de saúde individual', segundo Thomas Bach, presidente do COI.
  • Depois da paralisação sofrida no primeiro semestre do ano, aquando do rebentar da pandemia do novo coronavírus, o mundo do desporto tenta regressar à normalidade possível dentro de determinadas limitações.

    Os Jogos Olímpicos de Tóquio'2020 foi um dos eventos que foi adiado para 2021 devido ao atual contexto sanitário, naquela que foi a primeira vez após o fim da II Guerra Mundial que o maior evento desportivo do mundo não foi realizado na data prevista.

    Consumado o adiamento e apesar de ainda pairarem bastantes incertezas, o Comité Olímpico Internacional (COI) vai preparando aquilo serão umas Olímpiadas bem diferentes do habitual.

    Para já, o COI anunciou que a vacinação contra o novo coronavírus não será obrigatória para os atletas que participarem nos Jogos Olímpicos de Tóquio'2020.

    "Exigir a vacinação seria ir longe demais", disse o presidente do COI Thomas Bach, durante uma visita a Tóquio, onde reiterou o compromisso do organismo que lidera de garantir as melhores condições para os atletas.

    Apesar de afirmar que a vacina não será obrigatória, por se tratar de "uma questão de saúde individual", Thomas Bach afirmou que o COI vai incentivar os atletas a vacinarem-se.

    O dirigente teutónico termina esta terça-feira uma visita de dois dias à capital japonesa, que tem como principal objetivo reforçar a confiança dos atletas, dos japoneses e dos patrocinadores quanto à realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio'2020.

    O aumento das infeções do novo coronavírus em grande parte do mundo e a renovação das medidas restritivas de combate à pandemia por parte dos diversos países, voltaram a levantar questões sobre a realização dos Jogos no próximo ano, caso a pandemia não esteja controlada.

    Mais de 60% dos patrocinadores japoneses ainda não se comprometeram a prolongar os contratos por mais um ano, noticiaram no fim de semana os meios de comunicação nipónicos.

    Recorde-se que está previsto que os Jogos Olímpicos de Tóquio'2020 decorram entre os dias 23 de julho e 8 de agosto de 2021, naquela que será a primeira vez que o surf vai integrar o programa desportivo do evento.

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Mundo
  • Covid-19
  • Jogos Olímpicos de Tóquio
  • Tóquio'2020
  • Competição
  • COI
  • Comité Olímpico Internacional
  • Fotografia
    ISA/Sean Evans
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
julho 30
David Raimundo: “2021 foi o ano que mais me marcou”
julho 29
Yolanda Hopkins: “Se alguém me apoiar a sério, não vou desiludir”
julho 29
Frederico Morais já regressou aos treinos no mar
julho 29
Teresa Bonvalot: 'Estar nos Jogos Olímpicos não está ao alcance de qualquer atleta'
julho 29
A Cinderela que quebrou os estigmas do surf (e do desporto) nacional!
julho 28
Seleção Nacional de Surf regressa a casa esta quinta-feira
julho 28
Em Tóquio'2020, regressou o bom e velho Owen Wright: 'Muitos pensavam que não ia chegar às medalhas'