Homepage

  • Orlando Pereira dropa onda de 11 metros na Madeira
    06 novembro 2020
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    Diário de Notícias da Madeira
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Apesar de o lineup estar cada vez mais concorrido, a verdade é que foi um dos locais mais antigos do Jardim do Mar e apanhar a rainha do dia.
  • Orlando Pereira é um dos surfistas mais experientes do surf madeirense e é difícil não encontrá-lo na água sempre que as ondas estão aliciantes. Foi isso que aconteceu durante a última semana, com a chegada do swell do Epsilon à pérola do Atlântico. Orlando foi um dos muitos surfistas que estiveram a surfar no Jardim do Mar, tendo dropado uma onda com 11 metros.

    A notícia é dada pelo Diário de Notícias da Madeira, que cita o oceanógrafo Doulgas Nemes, especialista em medição de ondas. Através da foto em que se vê Orlanda a dropar a bomba do dia, foi possível fazer uma medição que atribui 11,55 metros de altura à onda. “Fiquei impressionado. Às vezes as ondas parecem-nos enormes, mas não temos perceção da altura”, frisou Orlando.

    Habituada a estas sessões de ondas grandes, a onda do Jardim do Mar foi o palco de formação dos primeiros big riders portugueses, além de ser a principal responsável por a Madeira ter a alcunha de Havai da Europa. E parece que há cada vez mais gente a querer testar-se nas direitas mais famosas da ilha.

    Além de Orlando Pereira, que surfa ali desde os 14 anos, e de muitos outros locais, também houve presença internacional na água. A presença de Grant “Twiggy” Baker, antigo campeão mundial de ondas grandes, na água já não é novidade, pois o big rider sul-africano tem feito do Jardim do Mar um campo de treino para a sua especialidade. E neste swell não foi exceção.

    “A Madeira está próxima da Europa, tem uma qualidade de ondas maravilhosa, não tem crowd, a água tem uma temperatura excelente e não é preciso usar fato desconfortável. Este ano sido uma loucura enorme. Há imensos surfistas na Madeira. Não me lembro de um ano tão concorrido em termos de procura. Com a o Havai e Bali fechados devido à pandemia e com a proibição do surf de ondas grandes na Nazaré, a tendência é a Madeira beneficiar com isso”, apontou Orlando Pereira.

    Apesar de o lineup estar cada vez mais concorrido, a verdade é que foi um dos locais mais antigos do Jardim do Mar e apanhar a rainha do dia. Orlando garante que só conseguiu apanhar três ondas na sessão e que estava com uma prancha mais pequena do que devia. “Depois de sair do mar muita gente disse-me que tinha apanhado a maior onda do dia”, afirmou.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Epsilon
  • Ilha da Madeira
  • Jardim do Mar
  • ondas grandes
  • Orlando Pereira
  • Fotografia
    Diário de Notícias da Madeira
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
setembro 24
Guilherme Fonseca e Portugal terminam Mundial ISA no 4.º posto
setembro 24
Teresa Bonvalot fora do Mundial ISA por lesão
setembro 24
David Raimundo: 'Portugal tem feito uma prova brilhante a todos os níveis'
setembro 24
João Aranha e a 'meta que está próxima' no Mundial ISA 2022
setembro 22
ISA anuncia datas do Mundial de 2023 em El Salvador
setembro 23
Portugal sofre três baixas mas continua na luta pelo pódio
setembro 23
Trio português garante passagem ao dia final do Mundial ISA