Homepage

  • “Esta é a nossa vida. Deixem-nos surfar!” Apelam surfistas da Nazaré
    27 novembro 2020
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    wsl/André Bernardo
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • A declaração foi assinada por mais de duas dezenas de surfistas, incluindo Maya Gabeira e Lucas Chumbo, entre outros.
  • O surf de ondas grandes na Nazaré continua interdito desde a famosa sessão considerada por muitos como a maior de sempre. Apesar da autarquia nazarena já ter apresentado um plano de contingência às autoridades competentes, ainda não há luz verde para o regresso da ação na Praia do Norte. Agora, são os surfistas que pedem para que os deixem trabalhar.

    “Esta é nossa vida e o nosso sustento. Por favor, deixem-nos surfar.” Terá sido este o pedido feito por vários surfistas que fazem das ondas da Nazaré o seu campo de treinos e de trabalho, numa declaração assinada tanto por surfistas portugueses, como por surfistas estrangeiros, que desejam regressar com a maior brevidade possível à ação.

    “A aglomeração de multidões na falésia foi inesperada, mas temos a certeza de que não foi nossa culpa. Por isso, sentimos que a punição da proibição foi mal direcionada”, alegam os surfistas, segundo reporta o “Jornal de Leiria”, que teve acesso a este documento.

    A declaração foi assinada por mais de duas dezenas de surfistas, incluindo Maya Gabeira, Lucas Chumbo, Ian Cosenza, Sebastian Steudtner, Michelle des Bouillons, Ale Marciano, António Cardoso e Toby Cunningham, entre outros.

    “Ansiosos para encontrar um compromisso que beneficie todos”, querem “continuar a surfar e a trabalhar”, frisando que a centena de pessoas, entre surfistas, pilotos de jet-ski, equipas de segurança e de imagem, estavam naquele 29 de Outubro na água “a trabalhar” e “arriscando” as vidas numa das condições mais intensas já vividas no planeta.    

    A prática de tow-in na Praia do Norte está interdita há várias semanas, por ordem da DGS e com o Capitão do Porto da Nazaré a referir, na altura, que a atividade na Praia do Norte promove a “aglomeração de público, o que constitui um risco acrescido para a saúde pública” no atual contexto de pandemia.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Tow-in
  • nazaré
  • praia do norte
  • pandemia
  • Fotografia
    wsl/André Bernardo
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
janeiro 17
Interdito o acesso ao paredão de Cascais
janeiro 17
Massive Saturday! Jaws recebeu sessão do ano (e talvez da história!)
janeiro 15
Confinamento: AESDP esclarece posição tomada sobre atividade das escolas de surf
janeiro 15
Jaws prepara-se para receber maior ondulação dos últimos anos
janeiro 15
Confinamento: Escolas de surf proibidas de exercer atividade
janeiro 15
'Twiggy' Baker: 'A onda de Mavericks deu-me uma bofetada e mostrou quem manda'
janeiro 15
Frio mantém 8 distritos sob aviso amarelo até sábado