Homepage

  • Fotografia
    José María Madiedo
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Um projeto científico espanhol observou a bola de fogo a uma velocidade de 227 mil quilómetros por hora.
  • Enquanto grande parte da população portuguesa estava tranquilamente a dormir, dado o avançar da hora, uma bola de fogo atravessou o céu no sul do país na madrugada da passada segunda-feira, dia 16 de novembro.

    A bola de fogo, que percorreu o sudoeste da Península Ibérica, foi observada por um projeto científico espanhol a cerca de 227 mil quilómetros por hora, explica a agência noticiosa espanhola Efe.

    O acontecimento foi detetado pelos sensores do projeto SMART, do Instituto de Astrofísica da Andaluzia (IAA-CSIC), dos observatórios astronómicos de Calar Alto (Almeria), Sevilha e La Hita (Toledo).

    Segundo a análise do principal investigador do projeto SMART, José María Madiedo, do IAA-CSIC, a bola de fogo foi registada às 3h49 da passada segunda-feira, dia 16 de novembro.

    O fenómeno ocorreu quando uma rocha de um asteroide entrou na atmosfera terrestre a uma velocidade de cerca de 227 mil quilómetros por hora e, devido à sua grande luminosidade, pôde ser vista numa grande parte do sul e centro de Espanha.

    A colisão com a atmosfera a esta velocidade fez com que a rocha se tornasse incandescente, gerando assim uma bola de fogo que começou a uma altitude de cerca de 132 quilómetros a oeste da Andaluzia.

    A partir daí, seguiu uma trajetória para oeste, extinguindo-se a uma altitude de cerca de 60 quilómetros acima do sul de Portugal. 

    À 'Rádio Observador', José María Madiedo afirmou que a bola de fogo destruiu-se sob o distrito de Évora, mas até uma distância de 500 quilómetros foi avistada a sua explosão em Portugal.

    Segundo o astrofísico espanhol, o brilho da explosão foi tão "enorme que a noite se converteu em dia” no sul de Portugal e Espanha. Apesar de toda a situação, não existem "restos perigosos" no solo português, pois a rocha explodiu a uma grande altitude.

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Bola de fogo
  • Fenómeno
  • Céu
  • Portugal
  • Espanha
  • Península Ibérica
  • Fotografia
    José María Madiedo
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
março 01
Cágado exótico encontrado na Praia de Carcavelos
março 01
Icebergue gigante separa-se de placa de gelo na Antártida
março 01
Circuito Nacional de Bodyboard tem novo organizador
março 01
Validade da certificação dos nadadores-salvadores prolongada até ao fim do ano
março 01
Surfista resgatado na Praia da Azurara após ficar preso na zona de rebentação
março 01
Surf volta a ser permitido nas praias da Nazaré
fevereiro 24
Portugueses alcançam meias-finais do E-Pro Europe