Homepage

  • Fotografia
    José María Madiedo
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Um projeto científico espanhol observou a bola de fogo a uma velocidade de 227 mil quilómetros por hora.
  • Enquanto grande parte da população portuguesa estava tranquilamente a dormir, dado o avançar da hora, uma bola de fogo atravessou o céu no sul do país na madrugada da passada segunda-feira, dia 16 de novembro.

    A bola de fogo, que percorreu o sudoeste da Península Ibérica, foi observada por um projeto científico espanhol a cerca de 227 mil quilómetros por hora, explica a agência noticiosa espanhola Efe.

    O acontecimento foi detetado pelos sensores do projeto SMART, do Instituto de Astrofísica da Andaluzia (IAA-CSIC), dos observatórios astronómicos de Calar Alto (Almeria), Sevilha e La Hita (Toledo).

    Segundo a análise do principal investigador do projeto SMART, José María Madiedo, do IAA-CSIC, a bola de fogo foi registada às 3h49 da passada segunda-feira, dia 16 de novembro.

    O fenómeno ocorreu quando uma rocha de um asteroide entrou na atmosfera terrestre a uma velocidade de cerca de 227 mil quilómetros por hora e, devido à sua grande luminosidade, pôde ser vista numa grande parte do sul e centro de Espanha.

    A colisão com a atmosfera a esta velocidade fez com que a rocha se tornasse incandescente, gerando assim uma bola de fogo que começou a uma altitude de cerca de 132 quilómetros a oeste da Andaluzia.

    A partir daí, seguiu uma trajetória para oeste, extinguindo-se a uma altitude de cerca de 60 quilómetros acima do sul de Portugal. 

    À 'Rádio Observador', José María Madiedo afirmou que a bola de fogo destruiu-se sob o distrito de Évora, mas até uma distância de 500 quilómetros foi avistada a sua explosão em Portugal.

    Segundo o astrofísico espanhol, o brilho da explosão foi tão "enorme que a noite se converteu em dia” no sul de Portugal e Espanha. Apesar de toda a situação, não existem "restos perigosos" no solo português, pois a rocha explodiu a uma grande altitude.

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Bola de fogo
  • Fenómeno
  • Céu
  • Portugal
  • Espanha
  • Península Ibérica
  • Fotografia
    José María Madiedo
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
agosto 12
Vasco Ribeiro anuncia pausa na carreira
agosto 12
Banhos voltam a ser autorizados na Praia da Batata em Lagos
agosto 10
Buondi anuncia os vencedores das 7 cadeiras anfíbias Turtle
agosto 10
Dois animais marinhos devolvidos ao habitat natural ao largo de Aveiro
agosto 10
Água da Praia de Vila Praia de Âncora está imprópria para banhos
agosto 11
Estão proibidos os banhos na Praia da Batata em Lagos
agosto 11
Inscrições abertas para as últimas turmas do ano do curso de Treinadores de Surfing Grau I da ASI Portugal