Homepage

  • Vasco Ribeiro: 'Este foi o ano em que provavelmente apresentei o meu melhor nível de surf'
    19 outubro 2020
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    Jorge Matreno/ANSurfistas
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • O tetracampeão nacional de surf garante que voltou a sentir toda a confiança e alegria no seu surf.
  • Nas mais diversas atividades o ano de 2020, por força da pandemia do novo coronavírus que se instalou, está a ser naturalmente diferente do habitual para muitos. No entanto, no meio de toda esta turbulência, para Vasco Ribeiro este não foi um ano para esquecer.

    Isto porque desde os primeiros passos da temporada que o surfista de 25 anos apresentou a melhor versão do seu surf. 

    Desde uma entrada de rompante no WQS, ainda antes do confinamento, passando no pós-confinamento pela vitória no Pantín Classic Galicia Pro, pelos triunfos em duas etapas consecutivas da Liga MEO Surf, competição na qual discutiu o título nacional praticamente até ao último heat da época, tendo sido superado pelo amigo Frederico Morais, o novo campeão nacional de surf Open masculino.

    Na hora de fazer o balanço final desta temporada de 2020, Vasco Ribeiro escreveu numa longa publicação na sua página oficial na rede social Instagram. Aí começa por dizer que este "foi o ano competitivo mais estranho da minha carreira, mas foi provavelmente o ano em que apresentei o meu melhor nível de surf".

    O tetracampeão nacional de surf fala de um ano em que voltou às "verdadeiras origens" e sentiu novamente "toda a confiança" em si próprio e consequentemente no seu surf. "Parece que recuperei aquela alegria de surfar e competir que andava escondida algures", revela Vasco.

    O atleta da Linha de Cascais sublinha a "entrada muito forte no WQS", sendo que na Liga MEO Surf apesar do "início muito negativo", conseguiu "dar a volta por cima" e "chegar à última etapa apenas a depender de mim para ser campeão". Só que "infelizmente as coisas simplesmente não estavam destinadas a acontecer para mim. Lutei até ao fim, não desisti e caio de pé".

    Quanto ao futuro, o campeão mundial júnior da World Surf League em 2014 garante que o "o objetivo e o sonho" continuam a ser os mesmos. Isto é, "obter a qualificação para o World Championship Tour e ser campeão do mundo".

    Vasco Ribeiro não esconde que para tais metas o "caminho é longo", mas ao mesmo tempo sublinha que vai "continuar a trabalhar" e que nunca irá "desistir". 

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Praia
  • Mar
  • Portugal
  • ANS
  • Associação Nacional de Surfistas
  • liga meo surf
  • meo
  • Vasco Ribeiro
  • Fotografia
    Jorge Matreno/ANSurfistas
  • Fonte
    Redação
pub
similar News
similar
novembro 25
Steph, Parko e outros tops avançam com primeiro resort de surf australiano
novembro 25
Praia de Albarquel conquista prémio 'Praia + Acessível 2020'
novembro 24
Irmã de Medina arrasa concorrência pelo Brasil
novembro 25
Zmar promove campanha Black Friday
novembro 25
Mais 82 autos levantados por campismo e autocaravanismo ilegais em Vila do Bispo
novembro 25
The Base Surf Store celebra Black Friday com campanha especial
novembro 25
Odeceixe Surf School anuncia aulas aos fins de semana para crianças
pub