Homepage

  • Anualmente, quase 230 mil toneladas de plástico são deitadas no Mediterrâneo
    27 outubro 2020
    arrow
    arrow
  • Se não forem tomadas medidas para combater o desperdício, as estimativas poderão no mínimo duplicar em 2040.
  • Este é o resultado de um novo estudo da União Internacional para a Conservação da Natureza e que foi hoje divulgado. Anualmente, cerca de 230 mil toneladas de plástico são deitadas fora no Mar Mediterrâneo. 

    O trabalho, que se baseia na compilação de dados de estudos feitos no terreno e na pegada de plástico marinho calculada pela organização, estima o fluxo de plástico de 33 países em torno da bacia do Mediterrâneo, concluindo que 229 mil toneladas de plástico são desperdiçadas anualmente no mar, uma quantidade equivalente a mais de 500 contentores de navios.

    Se não forem tomadas medidas para combater o desperdício, as estimativas poderão no mínimo duplicar em 2040, adverte em comunicado a União Internacional para a Conservação da Natureza.

    A poluição causada por plástico é prejudicial para a vida marinha, causando a morte de animais quando ingerido, e pode afetar a cadeia alimentar, com potenciais efeitos negativos para a saúde humana.

    Uma vez deitado fora no mar, o plástico, na maioria das vezes, deposita-se nos sedimentos sob a forma de microplástico (partículas do tamanho inferior a cinco milímetros).

    Segundo a União Internacional para a Conservação da Natureza, 94% do plástico deixado no Mar Mediterrâneo resulta de desperdício mal gerido. Os países que mais plástico deitam fora no Mediterrâneo são Egipto (74 mil toneladas/ano), Itália (34 mil toneladas/ano) e Turquia (24 mil toneladas/ano).

    Por pessoa, os "campeões" são Montenegro (oito quilos/ano), Albânia, Bósnia-Herzegovina e Macedónia do Norte (três quilos/ano). Restos de pneus (53%) e têxteis (33%) encabeçam a origem do plástico desperdiçado.

    Para reduzir em mais de 50 mil toneladas a quantidade de plástico que é deitada no Mediterrâneo, a União Internacional para a Conservação da Natureza refere que devem ser adotadas medidas como o fim do uso de sacos de plástico e uma melhor gestão da recolha de lixo.

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Mar Mediterrâneo
  • Lixo Marinho
  • Poluição
  • Ecossistema
  • Natureza
  • Plástico
  • Meio Ambiente
  • Poluição marinha
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
junho 17
Jovem surfista de 12 anos sobrevive a ataque de tubarão
junho 17
O tempo mudou: Muitas nuvens, aguaceiros e temperaturas descem 10 graus
junho 16
Forças de segurança realizaram ações de sensibilização nas praias de Oeiras
junho 16
Miss Costa Nova Cup 2021 confirmada
junho 16
Vasco Ribeiro pode alcançar título nacional em Sintra
junho 15
Publicada a lista final com a lotação das praias de Portugal Continental
junho 15
Quercus destaca aumento de praias com 'Qualidade de Ouro' em 2021