Homepage

  • Câmara de Almada vai reforçar vigilância das praias no fim de semana
    09 outubro 2020
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Uma decisão que surge, pois são esperadas boas condições meteorológicas para a prática balnear.
  • Através de uma nota informativa publicada, esta sexta-feira, na sua página oficial na rede social Facebook, a Câmara Municipal de Almada fez saber que este fim de semana, 10 e 11 de outubro, irá reforçar a vigilância nas praias da concelhia.

    Uma decisão que acontece, uma vez que são esperadas "condições meteorológicas propícias à atividade balnear" nos próximos dias.

    Segundo a autarquia almadense, este reforço da vigilância consiste no seguinte dispositivo: colocar seis viaturas de salvamento, cada uma com dois nadadores-salvadores, para a vigilância das praias de Almada, em articulação com a Autoridade Marítima Local. 

    Recorde-se que a época balnear no concelho de Almada decorreu entre os dias 6 de junho e 30 de setembro.

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Praia
  • Mar
  • Portugal
  • Câmara Municipal de Almada
  • Reforço
  • Vigilância
  • Outono
  • outubro
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
fevereiro 25
Milhares de tartarugas devolvidas ao mar após vaga de frio no Texas
fevereiro 23
Trio português avança para os quartos-de-final do E-Pro Europe
fevereiro 24
Kikas dá testemunho ao Mundo sobre a preparação olímpica
fevereiro 24
O dia (ou mês) em que Xico Alves decidiu levar o treino a sério  
fevereiro 24
Portugueses alcançam meias-finais do E-Pro Europe
fevereiro 24
Duas derrocadas registadas no porto da Assenta, em Torres Vedras
fevereiro 24
Deslizamento dos glaciares da Antártida Ocidental está a acelerar