Homepage

  • Bernardo Jerónimo, o único português a competir no Frontón King, já está na 3ª ronda
    19 outubro 2020
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    IBC World Tour
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • O primeiro dia de competição ficou marcado pela realização da primeira ronda masculina e o arranque da prova feminina,
  • Em 2020 não teremos dentro de água o Mundial de Bodyboard por força do atual contexto pandémico, mas nem por isso deixou de haver espaço para a realização do mítico Gran Canaria Frontón King, ainda que este ano decorra sem a presença de espectadores no local.

    O evento que leva os competidores até ao arquipélago espanhol das Canárias para desafiarem o El Frontón, uma das melhores ondas em termos mundiais para a prática de bodyboard, tem este ano uma edição especial e já arrancou com o seu período de espera no passado dia 17 de outubro, sendo que este irá prolongar-se até ao dia 31 de outubro.

    É verdade que não estão presentes grande parte dos nomes de vulto do bodyboard mundial, a começar pelos atuais campeões mundiais Tristan Roberts e Sari Ohhara, mas ainda assim os quadros competitivos contam com a presença dos bem conhecidos Pierre-Louis Costes, Amaury Lavernhe ou Alexandra Rinder, esta última no setor feminino.

    Quanto à participação portuguesa, esta faz-se apenas representar no quadro masculino através do figueirense Bernardo Jerónimo, que reside na ilha Gran Canária precisamente onde está a decorrer a competição.

    Esta segunda-feira foi decretado lay day em Gáldar, mas ontem foi para a água o primeiro dia de competição. A jornada ficou marcada pela realização da primeira ronda masculina e o arranque da prova feminina, que teve início nas meias-finais devido ao facto de contar apenas com a presença de quatro atletas.

    No setor masculino, destaque desde logo para Bernardo Jerónimo ter alcançado o passaporte direto para a 3ª ronda do evento, pois com a pontuação final de 8,40 pts obteve o segundo lugar no seu heat, que valeu o apuramento. Nesta fase passam diretamente à terceira ronda os dois primeiros classificados de cada bateria.

    Agora, na fase seguinte, Bernardo vai competir no quarto heat e já sabe que terá pela frente os locais Javi Dominguez e José Gabriel Mendoza, faltando ainda definir o quarto oponente que virá da ronda de repescagem. 

    Ainda entre os homens, o destaque do dia vai para a performance do local Eduardo Rodriguez que obteve o melhor score combinado da jornada. No 10º heat da prova, Rodriguez obteve o score de 14,60 pts em 20 possíveis. O bicampeão mundial Pierre-Louis Costes e o múltiplo vencedor no Frontón, Amaury Lavernhe, também já estão apurados para a terceira ronda. 

    Quanto ao reduzido quadro feminino, foi de forma natural que Teresa Miranda e Alexandra Rinder superaram Texenery García e Begoña Martinez, respetivamente, tendo com isso assegurado o acesso ao heat decisivo. Alexandra, que defende o triunfo obtido em 2019, tentará sair vencedora do Frontón pela quarta vez nos últimos cinco anos. 

    Recorde-se que esta edição especial do Gran Canaria Frontón King pode ser acompanhada através do canal de Youtube da International Bodyboard Corporation (IBC), a entidade promotora do Mundial desde este ano.

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Mar
  • El Frontón
  • Gran Canaria Fronton King
  • Portugal
  • bodyboard
  • Bernardo Jerónimo
  • Competição
  • Evento
  • IBC
  • International Bodyboarding Corporation
  • Fotografia
    IBC World Tour
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
julho 26
Ouro olímpico do surf vai ser discutido esta madrugada!
julho 26
A inacreditável montanha-russa de emoções da prova olímpica da Costa Rica
julho 26
David Raimundo: 'Acreditamos que é possível conquistar uma medalha olímpica. Temos competência para lá chegar'
julho 26
Nasceu o Start Zero Zero, projeto que une os países da CPLP através da organização de campeonatos de surf
julho 26
Projeto 'Surf & Rescue' visitou pela primeira vez a Madeira
julho 26
Já diplomada, Yolanda Hopkins quer mais de Tóquio'2020: 'Aqui não há limites, não é?'
julho 26
Teresa Bonvalot: 'Foi um orgulho gigante ter participado nos Jogos Olímpicos de Tóquio'