Homepage

  • Renault Porto Pro: Favoritos dão show em dia de ondas excelentes
    18 setembro 2020
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    Jorge Matreno/ANSurfistas
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Teresa Bonvalot foi das surfistas que melhor aproveitou o que o mar lhe ofereceu, vencendo a sua bateria com o melhor score do dia: 16,60 pontos.
  • Os melhores surfistas nacionais vieram até ao Porto e Matosinhos para o Renault Porto Pro, a quarta e penúltima etapa da Liga MEO Surf 2020, e encontraram condições incríveis na Praia Internacional, ao longo desta sexta-feira. As ondas ajudaram a abrilhantar a ação, com os surfistas a corresponderem com scores elevados e performances de encher o olho. Afonso Antunes e Teresa e Bonvalot, que estão na liderança dos respetivos rankings, estiveram entre os destaques do dia e deram mais um passo em frente na luta pelos títulos nacionais, que podem ficar definidos já nesta etapa.

    A ação arrancou pela manhã com a realização dos trials masculinos, onde a juventude lutou pelas últimas vagas disponíveis para o quadro principal, e depressa seguiu para a ronda inaugural feminina, com as condições do mar a melhorarem de heat para heat, à medida que o swell ia entrando na Praia Internacional. Teresa foi das surfistas que melhor aproveitou o que o mar lhe ofereceu, vencendo a sua bateria com o melhor score do dia: 16,60 pontos.

    A bicampeã nacional de 2014 e 2015 esteve em tão bom plano que conseguiu fazer quatro das cinco melhores ondas do dia da prova feminina, descartando ondas de 7,75 e 7,70 pontos. A surfista de Cascais, de apenas 20 anos, está assim bem lançada, num evento em que se vencer garante o título nacional de forma antecipada – também lhe pode servir um 2.º posto, desde que Yolanda Hopkins e Carolina Mendes não vençam a etapa.

    No entanto, as adversárias de Teresa Bonvalot também mostraram estar em boa forma para esta muito aguardada disputa nas ondas do Norte. Yolanda Hopkins iniciou a sua participação no Renault Porto Pro com um triunfo sólido e uma pontuação de 13,30, enquanto Kika Veselko fez 13,40 pontos para vencer o último heat da ronda. Mas foi Camilla Kemp a chegar mais perto da performance de Teresa, depois de somar 15,65 pontos no heat 6.

    A prova masculina entrou na água já a meio do dia e com o mar a mostrar notórios sinais de subida, oferendo condições de grande qualidade – das melhores que há memória na história deste evento –, com ondas quer para a esquerda como para a direita. Dessa forma, os artistas proporcionaram performances incríveis, com destaque para nomes como Gony Zubizarreta (15,75 pontos), Guilherme Ribeiro (14,75), Guilherme Fonseca (14,55), Henrique Pyrrait (14,50), Martim Paulino (13,90) ou João Kopke (13,30). Gony conseguiu ainda a melhor onda do dia, graças a uma pontuação de 9,00 (máximo de 10).

    Quem também entrou a vencer foi Frederico Morais, que conquistou o triunfo no heat 9, com 12,00 pontos. Antes disso, tinha sido a vez de Afonso Antunes brilhar com um score de 13,15 pontos e uma onda de 8,65 pontos pelo meio. Afonso deu assim mais um passo em frente na luta pelo título, podendo carimbá-lo de forma antecipada no Renault Porto Pro, caso seja vencedor da etapa e Kikas não chegue à final.

    Destaque ainda para um dos momentos do dia proporcionado pelo jovem José Champalimaud, que carimbou o triunfo no heat 12 graças a um incrível aéreo reverse de frontside, pontuado com 7,75. A ação terminou ao final da tarde, com um triunfo de Vasco Ribeiro (3.º do ranking), com 14,00 pontos, numa bateria em que esteve na água com Francisco Alves, que também conseguiu avançar para a 2.ª ronda.

    Em sentido inverso, esta jornada inaugural proporcionou duas surpresas entre os surfistas eliminados. Marlon Lipke foi o único cabeça-de-série a ser eliminado de primeira, depois de ter sido superado por João Kopke e também pelo júnior Salvador Costa, que foi a grande sensação do dia. Outro dos surfistas experientes a ficar pelo caminho foi Tiago Pires, que perdeu num heat que foi vencido por Francisco Almeida, com Martim Magalhães a ficar no 2.º posto.

    Para sábado a chamada está marcada para as 8 horas, com a ação a retomar na 2.ª ronda. Em perspetiva estão já grandes duelos, com destaque para o que vai abrir a ronda masculina, entre Filipe jervis, Gony Zubizarreta, Martim Magalhães e Jácome Correia, ou a bateria em que Frederico Morais enfrenta João Kopke, Miguel Kilford e João Moreira. O dia de amanhã vai acolher ainda uma limpeza de praia organizada pela Fundação Altice, que serve para celebrar o World Clean-up Day.

    Agenda para Sábado, 19 de Setembro
    08h00 – Call segundo dia de competição (por confirmar)
    09h30 – Limpeza de praia Fundação Altice para comemorar o World Clean-up Day

    Em termos de troféus laterais, acrescem a luta pela melhor manobra na Renault Expression Session e pela Somersby Onda do Outro mundo (ambos com 2.500€ anuais), e a disputa do Santander Award, a definir no final do ano com ponderação entre a performance desportiva e aproveitamento escolar. Destaque ainda para o Bom Petisco Girls Score, o primeiro prémio exclusivamente dedicado às senhoras, com 2.500€ anuais para a melhor pontuação combinada no quadro de competição feminino.

    O Renault Porto Pro pode ser acompanhado a partir de casa com transmissão integral em direto na Sport TV, assim como nos restantes meios oficiais: facebook do MEO, na posição 810 da grelha de canais MEO, em ligameosurf.pt e redes sociais em @ansurfistas.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Renault Porto Pro
  • liga meo surf
  • Teresa Bonlavot
  • Afonso Antunes
  • frederico morais
  • Gony Zubizarreta
  • Camilla Kemp
  • Fotografia
    Jorge Matreno/ANSurfistas
  • Fonte
    Redação
pub
similar News
similar
outubro 23
A hora vai mudar: relógios atrasam 60 minutos na madrugada de domingo
outubro 25
Rodrigo Carrajola e Jaime Bonito renovam os títulos nacionais de bodysurf
outubro 24
Do susto ao título: Joana Schenker é heptacampeã nacional de bodyboard
outubro 21
Costa da Morte, na Galiza, quer ser Reserva Mundial de Surf
outubro 24
Guincho recebe etapa única do Nacional de Bodysurf
outubro 23
Fim de semana chega com sábado soalheiro e chuva no domingo
outubro 23
Três surfistas resgatados na Praia da Barra
pub