Homepage

  • 2035! Dentro de 15 anos Ártico não vai ter gelo no verão
    20 agosto 2020
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • A estimativa de 2035 feita por Guarino e seus colegas baseia-se no que se sabe sobre o clima no passado.
  • Restam apenas 15 anos até aquele que deverão ser um verão marcante pela negativa no Ártico. Cientistas apontam o ano de 2035 como aquele em que irá ocorrer o primeiro verão sem gelo marinho no Ártico, desde que os humanos primitivos deixaram África. Um cenário bem diferente do atual.

    “A questão é que este cenário vai acontecer em breve”, diz Maria-Vittoria Guarino, modeladora do sistema terrestre do British Antarctic Survey e principal autora de um estudo publicado no início deste mês na revista ‘Nature Climate Change’. “Teremos cada vez menos tempo para nos prepararmos para isto, ou menos tempo para agirmos se quisermos fazer algo a respeito”, alertou a cientista.

    A nova pesquisa é a mais recente num fluxo constante que avançou no cronograma previsto para o marco ártico sem gelo. A quantidade de gelo marinho a flutuar no topo do Oceano Ártico no final do verão caiu cerca de 13% por década desde 1979. Os 13 anos com as menores extensões de gelo já registadas aconteceram nos 13 anos anteriores – e este verão é uma aposta certa para ser o décimo quarto.

    A estimativa de 2035 feita por Guarino e seus colegas baseia-se no que se sabe sobre o clima no passado. Ao longo dos anos, os cientistas reuniram evidências sobre eras anteriores a partir de vestígios químicos em gelo, rochas e sedimentos. O novo estudo do Ártico analisa especificamente um período há 130 mil anos atrás, o chamado ‘Último Interglacial’.

    Cientistas da Universidade Estadual da Carolina do Norte e da Administração Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos, no início deste ano, usaram um modelo diferente para chegar a uma meta semelhante de 2035 para o verão ártico sem gelo. Por “sem gelo”, os cientistas geralmente referem-se a uma extensão de menos de 1 milhão de quilómetros quadrados. O nível mais baixo que atingiu é 3,4 milhões de km² em 2012.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Ártico
  • Gelo
  • Verão
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
março 01
Cágado exótico encontrado na Praia de Carcavelos
março 01
Icebergue gigante separa-se de placa de gelo na Antártida
março 01
Circuito Nacional de Bodyboard tem novo organizador
março 01
Validade da certificação dos nadadores-salvadores prolongada até ao fim do ano
março 01
Surfista resgatado na Praia da Azurara após ficar preso na zona de rebentação
março 01
Surf volta a ser permitido nas praias da Nazaré
fevereiro 24
Portugueses alcançam meias-finais do E-Pro Europe