Homepage

  • Desastre ambiental na Maurícia: Protestos contra o Governo e a morte de golfinhos
    31 agosto 2020
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    EPA
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Há quase 40 anos que uma manifestação não juntava tantas pessoas em na capital da República da Maurícia.
  • Milhares de pessoas manifestaram-se no passado sábado na capital da República da Maurícia, Port Louis, acusando o Governo local de responder com lentidão ao derrame de petróleo na costa sudeste da ilha, que já provocou a morte de pelo menos 39 golfinhos e três baleias. 

    A maré negra, considerada o pior desastre ambiental nesta ilha do Índico, foi provocada a 25 de julho pelo navio japonês MV Wakashio, que embateu num recife de coral cerca de uma milha ao largo da ilha Maurícia e derramou mais de mil toneladas de combustível.

    Os manifestantes, 50 mil, segundo os organizadores, 75 mil, segundo a imprensa local, marcharam pacificamente pela capital com bandeiras da Maurícia, cartazes com inscrições como “tenham vergonha” e “inação” e balões em forma de golfinho.

    Muitos manifestantes estavam vestidos de negro, simbolizando a maré negra que ocupou agora parte do Índico devido ao incidente com o petroleiro.

    “Esta manifestação serve para enviar uma mensagem a [o primeiro-ministro] Pravind Jugnauth de que falhou na gestão do naufrágio do Wakashio”, afirmou à France-Presse Jocelyne Leung, 35 anos, administrativa.

    Por várias vezes, os manifestantes gritaram palavras de ordem exigindo a demissão do primeiro-ministro, acusado de ter demorado demasiado tempo a ordenar os trabalhos de remoção do petróleo.

    A última vez que uma manifestação juntou tantas pessoas em Port Louis foi em 1982, após a vitória da oposição nas eleições legislativas.

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Mundo
  • Natureza
  • Ecossistema
  • República da Maurícia
  • Meio Ambiente
  • Oceano Índico
  • Desastre ambiental
  • Derrame
  • Fotografia
    EPA
  • Fonte
    Redação
pub
similar News
similar
outubro 21
Costa da Morte, na Galiza, quer ser Reserva Mundial de Surf
outubro 23
A hora vai mudar: relógios atrasam 60 minutos na madrugada de domingo
outubro 24
Guincho recebe etapa única do Nacional de Bodysurf
outubro 24
Do susto ao título: Joana Schenker é heptacampeã nacional de bodyboard
outubro 23
Fim de semana chega com sábado soalheiro e chuva no domingo
outubro 23
Três surfistas resgatados na Praia da Barra
outubro 23
Câmara de Viana do Castelo cria Linha SOS para ocorrências com animais selvagens
pub