Homepage

  • Porque razão os avistamentos de golfinhos têm sido frequentes no Tejo?
    14 julho 2020
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • As opiniões dividem-se, mas a verdade é que os golfinhos continuam, por estes dias, a dar um brilho ainda mais especial ao rio Tejo.
  • Nas últimas semanas temos assistido a avistamentos quase diários de grupos de golfinhos-comuns no rio Tejo. Muitos têm sido os vídeos a proliferarem nas redes sociais de momentos de extrema beleza e que não deixam ninguém indiferente.

    Ao mesmo tempo que nos deliciamos com as imagens dos mamíferos a nadarem em pleno rio Tejo, certamente que muitos já se questionaram porque razão tem sido tão frequente, nas últimas semanas, a aparição de golfinhos no rio que banha a cidade de Lisboa.

    Ao 'Público', o biólogo marinho Francisco Martinho explica que em tantos anos nunca havia visto nada assim. No seu entender, o facto de existir mais peixe é a razão para o constante avistamento de golfinhos no Tejo. 

    Há mais cardumes de carapaus, cavalas e sardinhas, sendo que isso reflecte-se na maior presença de golfinhos bem junto aos pilares da Ponte 25 de Abril. Isto porque os golfinhos caçam em grupo e apenas atacam cardumes.

    Uma outra opinião tem Marina Sequeira, especialista em cetáceos do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF). 

    Ao site do 'Expresso', a especialista considera que os diversos avistamentos de golfinhos no Tejo podem estar "relacionados com a existência de menos ruído subaquático, uma vez que com a pandemia de Covid-19 há menos embarcações no estuário do Tejo". Menos ruído e consequentemente menos poluição sonora fazem aparecer mais animais no rio.

    Já Alexandra Silva, investigadora de recursos pesqueiros do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), alerta em declarações produzidas no 'Expresso' para a possibilidade da "maior ocorrência de golfinhos no Tejo" ser um "reflexo da sua maior abundância na nossa costa". Tese que é confirmada pela monitorização quinzenal da arte xávega que detectou "maior ocorrência de golfinhos este ano na zona da Costa de Caparica". 

    Quanto à Câmara Municipal de Lisboa, esta situação corresponde à melhoria da qualidade das águas do estuário de Tejo.

    As opiniões dividem-se, mas a verdade é que os golfinhos continuam, por estes dias, a dar um brilho ainda mais especial ao rio Tejo. Veremos se este é um fenómeno que veio para ficar ou se irá regressar à normalidade com o passar do tempo, assim como a nossa vida.

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Avistamento
  • Rio Tejo
  • Câmara Municipal de Lisboa
  • Lisboa
  • Golfinhos
  • Portugal
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
outubro 20
Sete raias mantidas em cativeiro foram devolvidas ao mar das Berlengas
outubro 18
Praia da Arriba coroou os campeões nacionais de skimboard de 2021
outubro 20
Joel Rodrigues apurado diretamente para a ronda 3 do Frontón King no Open
outubro 19
Joel Rodrigues, o bodyboarder português que enfrenta o Frontón em busca do título mundial júnior
outubro 20
Tomás Lacerda é o primeiro campeão nacional de SUP Downwind
outubro 19
A Vaga Gigante está de regresso e o período de espera já começou!
outubro 18
Bodyboarders profissionais homenagearam o malogrado Tom Morey