Homepage

  • O movimento lançou também uma campanha de crowdfunding que pretende angariar donativos para financiar uma abordagem judicial a esta problemática.
  • O Juntos pelo Sudoeste é um movimento apartidário de cidadãos de Odemira e Aljezur pela defesa do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, face ao avanço descontrolado da agricultura intensiva, especificamente as culturas cobertas por quilómetros de plástico, as denominadas estufas. 

    Perante este quadro e numa altura em que foi comemorado o 32º aniversário da classificação do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina como Área Protegida (Decreto-Lei n.º 241/88, de 7 de julho), o Juntos pelo Sudoeste publicou um vídeo de alerta.

    Através da sua página oficial na rede social Facebook, o moviment explica que o vídeo lançado "comprova não só a progressão descontrolada da agricultura intensiva sob plástico no Sudoeste Alentejano, como também o claro incumprimento do objectivo de preservar os valores naturais existentes e regular e fiscalizar a ocupação do solo de uma das zonas costeiras mais valiosas na Europa".

    Simultaneamente, o Juntos pelo Sudoeste lançou uma campanha de crowdfunding, que em em menos de dois dias já angariou mais de 1000 euros. O objetivo desta campanha é o de "angariar donativos para financiar uma abordagem judicial a este problema, uma vez que não têm surtido efeito até à data os apelos que têm sido feitos às entidades envolvidas para que se estabeleça um diálogo sério e equilibrado sobre o presente e o futuro deste território". 

    O movimento Juntos pelo Sudoeste defende que no "Parque Natural não pode predominar uma lógica de desenvolvimento económico à custa da degradação ambiental, paisagística e social, sem que haja uma reflexão e soluções consistentes, que respondam às preocupações da população e de outros sectores fundamentais da região do Sudoeste, com vista a uma compatibilização entre os valores de um território classificado e as actividades económicas que aí se desenvolvem".

    O Juntos pelo Sudoeste considera que toda esta situação tornou-se "insustentável e descredibiliza completamente o Governo e o Estado português", ainda para mais num "quadro de seca severa e de emergência climática e quando a crise sanitária do Covid-19 veio colocar todo o modelo de desenvolvimento das últimas décadas em causa, em que inclusive vários cientistas têm relacionado a destruição de habitats com a proliferação de vírus". 

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Portugal
  • Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina
  • Juntos pelo Sudoeste
  • Movimento
  • Vídeo
  • Campanha
  • Crowdfunding
  • Estufas
  • Costa Vicentina
  • Plástico
  • Estufas de Plástico
  • Exploração agrícola
  • Fotografia
    Facebook Juntos pelo Sudoeste
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
janeiro 21
Mercedes-Benz Nazaré Winter Sessions 21/22 - 3º Episódio
janeiro 21
15 distritos vão estar sob aviso amarelo este sábado por causa do frio
janeiro 20
Colónia de peixes com 60 milhões de ninhos é descoberta na Antártida
janeiro 20
O tempo vai arrefecer. Temperaturas descem nos próximos dias
janeiro 20
Investigação pede fim do 'consumo excessivo' para travar perda da biodiversidade
janeiro 20
Canadiano “leva” nome de pessoas falecidas na prancha para uma última surfada
janeiro 20
É CT e Mundial ISA. El Salvador meteu-se no mapa das grandes competições internacionais de surf