Homepage

  • Cada estação náutica é organizada com base na valorização dos recursos náuticos presentes em cada território.
  • Foi na Praia Fluvial de Fernandaires, localizada no concelho de Vila de Rei, que decorreu ontem a sessão de apresentação oficial das Estações Náuticas do Centro de Portugal.

    Um projeto encabeçado pelo Turismo do Centro de Portugal, Fórum Oceano, mas que também conta com o envolvimento de diversos municípios, bem como de outras entidades 

    A cerimónia de apresentação contou com a presença de diversas figuras, entre as quais a ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes.

    O conceito de estação náutica está bastante consolidado em França e Espanha, sendo que em Portugal são para já 24 as estações náuticas certificadas.

    Desta rede de 24 estações, oito delas pertencem à região Centro: Aveiro, Castelo do Bode, Estarreja, Ílhavo, Murtosa, Oeste (esta dividida em várias), Ovar e Vagos. Trata-se da zona do país que possui um maior número de estações certificadas.

    Cada estação náutica é organizada com base na valorização dos recursos náuticos presentes em cada território, os quais incluem a oferta de alojamento, restauração, actividades náuticas e outras actividades e serviços relevantes para a atracção de visitantes.

    “Nós, portugueses, temos hoje a responsabilidade de ir para fora cá dentro e valorizar cada vez mais o que o nosso território tem para oferecer”, disse a ministra da Agricultura.

    Segundo o presidente da Câmara Municipal de Vila de Rei, Ricardo Aires, o conceito de estação náutica serve para destacar a "importância do turismo náutico para o desenvolvimento do turismo".

    Já o presidente do Turismo Centro de Portugal, Pedro Machado, defende que as estações náuticas ao estarem ligadas entre si, promovem a "coesão territorial".

    Ao mesmo tempo o responsável, considera que dada a possibilidade de recursos existentes, a estações náuticas do Centro de Portugal são o "território do futuro". Garantem "segurança, tempo e distanciamento", esta última uma palavra tão importante em tempos de pandemia. 

    Na estação náutica de Castelo do Bode, onde aconteceu a apresentação, o destaque das atividades que podem ser praticadas pelos turistas vai para o stand up paddle (vulgo SUP), Canoagem e o sempre espectacular wakeboard.

    É na albufeira de Castelo do Bode que nasceu a primeira estância de wakeboard do mundo. Ao seu dispor os interessados possuem cinco cable parks.

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Estação Náutica
  • Portugal
  • Castelo de Bode
  • Wakeboard
  • Canoagem
  • stand up paddle
  • Turismo do Centro de Portugal
  • Verão
  • Época Balnear
  • Turismo Centro de Portugal
  • Turismo náutico
  • Turismo
  • Fórum Oceano - Associação da Economia do Mar
  • estações náuticas
  • Estações Náuticas de Portugal
  • Estação Náutica Castelo do Bode
  • Fotografia
    Leo Domingos
  • Fonte
    Alexandre Melo
similar News
similar
julho 29
Yolanda Hopkins: “Se alguém me apoiar a sério, não vou desiludir”
julho 29
Teresa Bonvalot: 'Estar nos Jogos Olímpicos não está ao alcance de qualquer atleta'
julho 29
Frederico Morais já regressou aos treinos no mar
julho 29
A Cinderela que quebrou os estigmas do surf (e do desporto) nacional!
julho 28
Seleção Nacional de Surf regressa a casa esta quinta-feira
julho 28
Em Tóquio'2020, regressou o bom e velho Owen Wright: 'Muitos pensavam que não ia chegar às medalhas'
julho 28
Amuro Tsuzuki, um nome destinado a fazer historia pelo Japão