Homepage

  • Fonte
    Redaçao
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • “Acho que dava para ter brigado com ele e ter apanhado mais umas ondas”, brincou Italo.
  • Italo Ferreira está pelo Rio de Janeiro, onde tem andado a surfar e a mostrar que está numa forma incrível, mesmo com as competições de surf paradas. Numa das últimas sessões, o campeão mundial em título estava com a corda toda e entre super aéreos e grandes rasgadas foi “obrigado” a sair da água, depois de avistar um pequeno tubarão.

    Segundo as palavras do próprio nas redes sociais, o tubarão tinha cerca de um metro, ou seja, deveria ser um tubarão bebé ou uma pequena espécie, e o surfista reagiu com boa disposição ao avistamento. “Acho que dava para ter brigado com ele e ter apanhado mais umas ondas”, brincou Italo.

    Brincadeiras à parte, Italo diz que viu o animal a nadar à sua volta, pelo que decidiu sair da água. Um pequeno susto, ao qual reagiu com muita tranquilidade. Com tubarão ou sem tubarão, a verdade é que Italo está com um nível de surf cada vez mais aguçado e pronto para defender o título conquistado no ano passado. Quer seja ainda este ano ou no próximo…

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • italo ferreira
  • Tubarão
  • Rio de Janeiro
  • Fonte
    Redaçao
similar News
similar
dezembro 08
Quemao Class recebe luz verde para o início da próxima semana
dezembro 11
João Mendonça nos quartos-de-final do Quemao Class
dezembro 30
Quemao Class está ON e com Filipe Jervis em competição
dezembro 11
Tropa havaiana no domínio do Pipe Masters especial
dezembro 11
Vicente Campos e Luana Dourado são campeões nacionais Sub-14 de bodyboard
dezembro 07
Chuva: sobe para quatro número de distritos sob aviso laranja esta quinta-feira
dezembro 07
Afinal, os oceanos podem armazenar mais carbono do que se julgava