Homepage

  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Uma viagem onde as temperaturas rondam os 10 graus negativos e o mar muitas vezes está gelado.
  • O Ártico pode ser considerado por muitos como a última fronteira do surf, algo inacessível a tantos, mas desejado por uns poucos. Torren Martyn é um desses casos de perseverança, que tem explorado algumas das ondas mais geladas do planeta, mantendo a verdadeira essência soul do surf.

    Recentemente, em meados do inverno, viajou até ao extremo do Hemisfério Norte, onde as temperaturas rondavam os 10 graus negativos e o mar muitas vezes está gelado. Apesar de ter pela frente das condições mais difíceis que há no surf encontrou ondas perfeitas e não perdeu a oportunidade de desfrutar delas. Ora vejam!

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Torren Martyn
  • Freesurf
  • Ártico
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
julho 27
Comité Olímpico de Portugal nega comunicação tardia do positivo de Kikas
julho 27
Que orgulho Yolanda, Teresa e David!
julho 27
Ítalo Ferreira sobre o ouro olímpico: 'É a vitória com maior significado da minha carreira porque fui o primeiro a conseguir'
julho 26
Projeto 'Surf & Rescue' visitou pela primeira vez a Madeira
julho 26
Como podemos ver o dia das finais olímpicas do surf em Tóquio'2020?
julho 26
Ouro olímpico do surf vai ser discutido esta madrugada!
julho 26
David Raimundo: 'Acreditamos que é possível conquistar uma medalha olímpica. Temos competência para lá chegar'