Homepage

  • Lotação das praias será calculada em função da 'capacidade de carga'
    23 abril 2020
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • É pedido bom senso aos banhistas para que as regras estabelecidas venham a ser cumpridas com sucesso no verão.
  • Devido à pandemia de Covid-19, este ano a época balnear será bem diferente daquilo a que estamos habituados. Uma das medidas que avançará no próximo verão é a lotação limitada do acesso às praias.

    Esta medida e muitas mais deverão fazer parte de um manual de procedimentos de acesso às praias, que deverá estar pronto até ao próximo dia 6 de maio. Isto para que o manual comece a ser aplicado em todos os municípios de Portugal a tempo do início da época balnear, que está planeado para o dia 1 de junho. Uma data que depende sempre da situação de evolução da pandemia.

    "Vamos ter de avaliar a possibilidade e a forma de calcular a capacidade de carga das praias, isto é, as praias têm um limite. A área concessionada de uma praia está limitada fisicamente, isto é, tem uma dimensão de extensão e de largura, de acordo com a preia-mar", referiu a coordenadora do Programa Bandeira Azul, Catarina Gonçalves, à agência noticiosa Lusa.

    A coordenadora da Associação Bandeira Azul da Europa explicou que a lotação máxima das praias vai ter em conta "as recomendações" da Direção-Geral da Saúde, nomeadamente, "do que é o espaço seguro para as sombras e para os chapéus-de-sol" e o distanciamento entre as pessoas.

    "Questões mais práticas, que têm que ver com a higienização dos espaços, a utilização de máscaras, a própria utilização de esplanadas e bares - saber se é passível de ser feita ou não e em que condições se for feita -, os passadiços, os chuveiros, as gaivotas, os escorregas, as espreguiçadeiras, tudo isso terá que ter uns procedimentos de higiene, obviamente muito mais apertados", realçou.

    Contudo, Catarina Gonçalves referiu que nas praias é "muito mais complicado" implementar estas medidas, uma vez que "não se pode pôr uma fita amarela" para definir o espaço utilizado pelos banhistas.

    Por esse motivo, a fiscalização "terá de ser diferente" e a responsável espera que haja "bom senso" por parte dos banhistas para cumprir as regras que vão ser estabelecidas.

    "Estamos muito preocupados com as frentes urbanas, porque não têm uma entrada e uma saída de uma praia. Todo o passeio marítimo, por exemplo, é uma entrada de praia, o que dificulta bastante a fiscalização", completou Catarina Gonçalves.

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Praia
  • Mar
  • Portugal
  • Verão
  • Época Balnear
  • Covid-19
  • Acesso
  • Coronavírus
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
agosto 10
Buondi anuncia os vencedores das 7 cadeiras anfíbias Turtle
agosto 10
Dois animais marinhos devolvidos ao habitat natural ao largo de Aveiro
agosto 10
Água da Praia de Vila Praia de Âncora está imprópria para banhos
agosto 11
Estão proibidos os banhos na Praia da Batata em Lagos
agosto 11
Inscrições abertas para as últimas turmas do ano do curso de Treinadores de Surfing Grau I da ASI Portugal
julho 27
Inscrições abertas para a 1ª etapa do Circuito Regional de Bodyboard Open da Madeira 2022
agosto 11
Bom Petisco Girls Score distingue as melhores performances das tops nacionais na Liga MEO Surf