Homepage

  • Está fechado o maior buraco na camada de ozono do Polo Norte
    28 abril 2020
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • O buraco havia sido formado no final do último mês de março.
  • O anúncio foi feito pelo Copernicus, um programa do centro europeu para previsões meteorológicas de médio-alcance, financiado pela Comissão Europeia. 

    Desde a última quinta-feira, dia 23 de abril, que está fechado o maior buraco na camada de ozono do hemisfério norte. Buraco esse que havia sido formado no Polo Norte no final do passado mês de março. Tratava-se de um buraco pouco comum, mas ao contrário do que é habitual o seu aparecimento não terá tido contribuição do ser humano.

    "O Covid-19 e os consequentes confinamentos provavelmente não tiveram nada a ver com o sucedido. O buraco teve origem num vórtice polar anormalmente forte e duradouro e não em alterações climáticas", explicou o programa Copernicus.

    Desde a primavera de 2011 que no Polo Norte não era verificado um buraco tão grande na camada de ozono.

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Mundo
  • Polo Norte
  • Ártico
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
fevereiro 25
Milhares de tartarugas devolvidas ao mar após vaga de frio no Texas
fevereiro 23
Trio português avança para os quartos-de-final do E-Pro Europe
fevereiro 24
Kikas dá testemunho ao Mundo sobre a preparação olímpica
fevereiro 24
O dia (ou mês) em que Xico Alves decidiu levar o treino a sério  
fevereiro 24
Portugueses alcançam meias-finais do E-Pro Europe
fevereiro 24
Duas derrocadas registadas no porto da Assenta, em Torres Vedras
fevereiro 24
Deslizamento dos glaciares da Antártida Ocidental está a acelerar