Homepage

  • Chloé Calmon recorre aos 'ensinamentos do surf' para ultrapassar a quarentena
    13 abril 2020
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    WSL
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • A longboarder brasileira foi a primeira convidada dos diretos do Surf Clube de Viana na sua página oficial de Instagram.
  • Neste tempo de quarentena, que já vai quase para um mês em Portugal, o Surf Clube de Viana iniciou na passada segunfa-feira, dia 6 de abril, diretos na sua página oficial na rede social Instagram.

    Uma iniciativa que pretende mostrar como é que os atletas estão a enfrentar este duro período, onde estão impedidos de entrar na água.

    A primeira convidada foi a brasileira Chloé Calmon, atleta que compete no World Longboard Tour da World Surf League (WSL) e no qual foi vice-campeã do mundo em 2019.

    Em conversa a carioca explicou que tem tentado gerir este novo desafio de forma positiva e, até agora, tem tido êxito.

    “Estou a encarar isto como uma oportunidade muito boa para me conhecer melhor e para cuidar de mim. Acho até que, em quarentena, estou a treinar mais forte. Tenho conseguido criar uma rotina diária, o que não acontece quando estou viajando em competição”, disse a longboarder de 25 anos.

    Atualmente, um dia normal desta atleta significa acordar por volta das 6h00, tomar um “suco natural” bom para a imunidade, praticar yoga e meditação, a que se segue treino físico. A outra metade da manhã guarda para ajudar a família. Após o almoço, costuma dedicar o tempo para os estudos, pois cursa Administração à distância.

    “Agora, passo mais tempo de qualidade com a minha família. Aposto muito na minha preparação física e mental, pois acredito que o impacto não será tão grande quando a situação regressar normalidade e voltar às competições. Também estou focada em ter bom resultados nos estudos”, refere Chloé, pois entende que, enquanto ocorrer a pandemia, “temos de ser responsáveis, de ter cuidado com os outros e de cuidar de nós mesmos.”

    Nesta fase, Chloé Calmon não esconde que tem ido beber aos ensinamentos que o surf lhe tem dado para encarar a atual situação.

    “O surf é um estilo de vida. Ensina a ter paciência, a ser calma e a aceitar que não estamos no controlo. Por isso, tento focar-me no que controlo, ser positiva, cuidar do meu corpo, da minha mente e das pessoas ao meu redor”, explica.

    O ano passado, foi muito intenso e muito especial para a sua carreira como atleta e como pessoa.

    “Em 2019, por causa da competição, estive em viagem durante 10 meses e meio. Participei em 13 eventos. Houve um mês no qual em cada fim de semana estive numa competição diferente, num país diferente. Cresci bastante na minha independência e tive os meus melhores resultados, fui vice-campeã do World Longboard Tour, medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos, bicampeã do Vans Duct Tape Invitational e campeã sul-americana da WSL”, conta.

    Chloé Calmon, que se tornou longboarder profissional aos 14 anos, considera que a modalidade estava a registar uma grande evolução.

    “O ano passado o circuito teve quatro etapas, quando antes tinha apenas uma. O facto do surf ter passado a desporto olímpico também aumentou o patamar do profissionalismo, deu-lhe um novo espaço na comunicação social, mais competições, mais patrocínios e um maior número de atletas. O ano passado, registou um recorde de participantes. Mais de 150 atletas, mais de 80 mulheres em cada competição”, explica, acrescentando “por isso, as expetativas de crescimento da modalidade para 2020 eram muito grandes. Entretanto, até voltarmos à normalidade, resta que cada um de nós faça o que lhe compete.”

    A atleta vianense Marta Paço, também convidada neste direto, falou sobre a importância de, em 2017, ter surfado com a Chloé em Viana do Castelo. “Foi muito motivador! E a Chloé continua a ser uma referência para mim”.

    Também deu o seu testemunho sobre a impossibilidade, de última hora, de participação no Mundial de Para Surfing no passado mês de março, na Califórnia, consequência da pandemia de Covid-19, e falou ainda sobre o seu “isolamento em casa” desde há três semanas.

    A portuguesa Mafalda Lopes, que, em 2019, sagrou-se campeã nacional Sub-18 e campeã europeia de júnior da World Surf League, é a convidada do direto de hoje, que terá lugar pelas 21h00 na página de Instagram do Surf Clube de Viana.

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Praia
  • Mar
  • Portugal
  • Brasil
  • Surf Clube de Viana
  • World Surf League
  • World Longboard Tour
  • Chloé Calmon
  • Competição
  • direto
  • Longboard
  • Fotografia
    WSL
  • Fonte
    Redação
pub
similar News
similar
outubro 19
Lisboa e mais 4 distritos sob aviso vermelho na terça-feira devido à chuva forte
outubro 19
Bernardo Jerónimo, o único português a competir no Frontón King, já está na 3ª ronda
outubro 19
Vasco Ribeiro: 'Este foi o ano em que provavelmente apresentei o meu melhor nível de surf'
outubro 19
Chuva e vento forte vão deixar todo o continente sob aviso laranja
outubro 16
Triatlo de Oeiras vai condicionar acesso à Praia da Torre no domingo
outubro 15
Liga MEO Surf - Prós e contras dos candidatos ao título nacional  
outubro 16
O sol ainda vai aparecer no fim de semana antes do regresso da chuva
pub