Homepage

  • Adiada a conferência da ONU sobre os oceanos em Lisboa
    16 abril 2020
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Em função da evolução da pandemia de Covid-19 será deliberada uma nova data.
  • Devido à atual pandemia de Covid-19 foi anunciado o adiamento da conferência da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre os oceanos, que deveria ter lugar em Lisboa no próximo mês de junho.

    De acordo com um comunicado divulgado ontem, dia 15 de abril, pelas Nações Unidas, os países responsáveis pela organização da conferência, Portugal e o Quénia, e o presidente da Assembleia-Geral da ONU, Tijjani Muhammad-Bande, vão deliberar sobre novas datas para a conferência, em função da evolução da pandemia.

    "Apesar do adiamento [da conferência], continuarão os esforços para aumentar a ação oceânica com base na ciência e na inovação, para mobilizar, criar e impulsionar soluções que protejam os recursos oceânicos e marinhos", explicita a nota.

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Praia
  • Mar
  • Oceano
  • Conferência
  • Lisboa
  • Portugal
  • ONU
  • Nações Unidas
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
dezembro 02
Ericeira Surf Clube participa em projeto que promove a sustentabilidade ambiental e não só
novembro 30
Chuva não fica para o feriado: sol vai brilhar
dezembro 02
Primeiro fim de semana de dezembro vai ser frio, cinzento e chuvoso
dezembro 02
Grupos central e oriental dos Açores com aviso amarelo devido ao mau tempo e mar agitado
dezembro 02
Seleção Nacional de Surf Adaptado já partiu para o Mundial ISA 2022
novembro 29
Governo australiano é contra a inclusão da Grande Barreira de Coral na lista de Património Mundial em perigo
novembro 29
38 anos depois, acordou o maior vulcão ativo do mundo