Homepage

  • Marta Paço confiante para o Mundial de Surf Adaptado
    09 março 2020
    arrow
    arrow
  • A jovem atleta vianense quer mostrar a evolução do seu surf no grande evento.
  • A Seleção Nacional de Surf Adaptado já está em La Jolla, na Califórnia, onde entre os dias 11 e 15 de março irá disputar o Mundial da especialidade.

    Uma das grandes esperanças da comitiva lusa para a conquista de medalhas é Marta Paço, a atleta do Surf Clube de Viana.

    "Pretendo mostrar o quanto evoluí desde o último Mundial e também desde o Europeu. Para além disso quero também provar que uma pessoa cega pode fazer muito mais do que espumas”, diz.

    Nesta sua chegada à Califórnia, Marta não esconde que fisicamente está “num bom momento” e psicologicamente sente-se “confiante”.

    “Fiz uma boa preparação para esta competição. Aumentei o número de treinos de água e as simulações de heats, que vão ajudar-me a ter uma maior noção do tempo e do que eu consigo fazer em 20 minutos”, explica Marta Paço.

    A atleta portuguesa entende ser “justa” a separação que vai acontecer pela primeira vez num Mundial entre atletas com deficiência visual com cegueira total (PS-VI1) e atletas com deficiência visual com cegueira parcial (PS-VI2), pois “não se pode comparar uma pessoa que seja completamente cega com alguém que veja 60 ou 65%. A noção que se tem da onda é muito diferente, o que influencia claramente a execução da manobra.”

    Para a divisão dos desportistas com deficiência visual nestas duas categorias, foi decisivo o facto do 1º Campeonato Europeu de Surf Adaptado, que se realizou o ano passado em Viana do Castelo, ter contado com classificadores seniores do International Paralympic Committee (IPC) e da International Blind Sports Association (IBSA), potenciando também a entrada do para surfing nos Jogos Paralímpicos.

    No AmpSurf ISA World Para Surfing Championship 2020 é esperado um recorde a nível de participação: 140 dos melhores competidores de para surfing em representação de 24 países.

    Marta Paço acredita que a tendência será de, com o passar do tempo, o número de atletas continuar a aumentar, “sinal que cada vez mais pessoas com deficiência praticam desporto.”

    Recorde-se que a  Seleção Nacional de Para Surfing, que vai lutar pelas medalhas na Califórnia, é composta por Marta Paço, Nuno Vitorino e Camilo Abdula.

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Praia
  • Mar
  • Surf
  • Portugal
  • Marta Paço
  • Surf Clube de Viana
  • Seleção Nacional
  • Federação Portuguesa de Surf
  • Califórnia
  • La Jolla
  • Mundial de Surf Adaptado
  • AmpSurf ISA World Para Surfing Championship 2020
  • Fonte
    Redação
pub
similar News
similar
outubro 22
Manuel Gameiro, do Ribatejo para o topo do surf nacional
outubro 21
Salvamentos aumentaram nas praias portuguesas na época balnear de 2020
outubro 22
Cerca de 1 milhão de toneladas de equipamentos de pesca chega aos oceanos anualmente
outubro 22
BV2, o novo modelo da Chilli Surfboards já está disponível em Portugal
outubro 22
Surfista preso em zona de falésia é resgatado em Aljezur
outubro 22
Bernardo Jerónimo avança mais uma ronda no Frontón King 2020
outubro 22
Bom Petisco Cascais Pro alimentado a 60% com energia solar
pub