Homepage

  • Kikas surfa de madrugada focado no 'acontecimento de uma vida'
    24 março 2020
    arrow
    arrow
  • Numa fase em que o mundo está paralisado, o surfista português tenta manter o foco 'como se as provas estivessem a acontecer'.
  • Na atual pandemia do novo coronavírus que o mundo vive, o surf não está alheio a esta situação, pelo que em Portugal e um pouco por todo o globo têm existido restrições à prática da modalidade.

    Por exemplo, no nosso país, nestes dias de estado de emergência a única exceção a este novo regime são os atletas com estatuto de alto rendimento e com especial foco naqueles que integram o Projeto Olímpico das seleções nacionais.

    Fundamentalmente, segundo sugestão do Comité Olímpico de Portugal, os atletas que estão em processo de qualificação e qualificados para os Jogos Olímpicos de Tóquio'2020. Isto reduz o número a muitos poucos exemplos.

    Um desses exemplos é Frederico Morais, atleta que o ano passado, no Mundial de Surf ISA, conseguiu garantir uma vaga olímpica para Portugal em Tóquio'2020, naquela que será a estreia do surf nas Olimpíadas.

    Apesar de toda a indefinição que reina quanto à realização do maior evento desportivo do mundo, que deverá acabar por ser adiado, Frederico continua por estes dias a preparar dentro de água, com todas as medidas de prevenção face ao Covid-19, o "acontecimento de uma vida". Nestes dias excepcionais tudo está a ser feito num regime totalmente diferente daquilo a que está habituado. 

    "Tenho conseguido sair de casa apenas para surfar e sempre de madrugada, de preferência para uma praia onde não haja ninguém. Não é fácil quando o que estava habituado era escolher as melhores praias, onde pudesse treinar segundo os meus objetivos, mas, neste momento, e de forma a não comprometer os meus treinos por completo, esta é a única forma”, explicou Kikas em entrevista concedida à agência noticiosa Lusa.

    O resto da preparação é feita em casa, onde o surfista de Cascais diz ter “o essencial”, tentando manter-se focado “como se as provas estivessem a acontecer e, por isso, o foco e a determinação não podem ser abalados”.

    "O meu trabalho depende destes treinos. Falamos de um ano de Jogos Olímpicos e as etapas do Mundial de Surf podem regressar a qualquer momento. Assim, dentro destas restrições dou o meu melhor e completo com o treino físico em casa”, frisou.

    Quando explodiu a propagação do novo coronavírus, um pouco por todo o mundo, Frederico Morais estava no outro lado do globo, na Austrália, onde iria arrancar a temporada que é marcada pelo seu regresso a tempo inteiro ao World Championship Tour.

    Toda esta situação deixou Kikas "assustado". Após o anúncio do adiamento do arranque da temporada de 2020 do WCT,  Morais regressou imediatamente a Portugal para junto da sua família.

    "Adorava que fosse possível dar início ao WCT, bem como aos Jogos Olímpicos. Sei que irão ser tomadas as melhores decisões e as que acarretem menos riscos para todos. Não vou esconder que é obvio que gostava que se realizassem as Olimpíadas. É um acontecimento de uma vida para qualquer desportista mas, neste momento, é inquestionável que a prioridade é terminar com esta pandemia”, considera Frederico Morais.

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Praia
  • Mar
  • Surf
  • Portugal
  • Jogos Olímpicos
  • Jogos Olímpicos de Tóquio
  • World Surf League
  • Frederico Morais
  • Kikas
  • Free Surf
  • Sessões
  • Covid-19
  • Coronavírus
  • Treinos
  • Fotografia
    WSL
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
janeiro 15
Confinamento: AESDP esclarece posição tomada sobre atividade das escolas de surf
janeiro 15
Jaws prepara-se para receber maior ondulação dos últimos anos
janeiro 15
Confinamento: Escolas de surf proibidas de exercer atividade
janeiro 15
'Twiggy' Baker: 'A onda de Mavericks deu-me uma bofetada e mostrou quem manda'
janeiro 15
Frio mantém 8 distritos sob aviso amarelo até sábado
janeiro 15
Homem resgatado após acidente na zona rochosa da Praia do Porto Barril
janeiro 15
Surfista mordido por tubarão em Fernando de Noronha