Homepage

  • Federação Portuguesa de Nadadores-Salvadores desaconselha ida às praias
    14 março 2020
    arrow
    arrow
  • Para além do risco de propagação do novo coronavírus existe preocupação acrescida com os afogamentos nas praias.
  • Para a evitar a propagação do novo coronavírus e evitar um maior risco de afogamentos, a Federação Portuguesa de Nadadores-Salvadores (FEPONS) desaconselha a ida às praias nos próximos tempos.

    Uma fonte da direção da FEPONS indicou à agência noticiosa Lusa que, neste momento, há uma preocupação acrescida relativamente aos afogamentos nas praias e recomenda que as pessoas não se aproximem da água, especialmente porque "a ondulação e as correntes marítimas estão fortes".

    A mesma fonte indicou que, apesar da grande preocupação a nível nacional com a propagação da Covid-19, a "principal tónica da FEPONS continua a ser o afogamento", porque "se as pessoas não entendem a necessidade do isolamento social e vão para as praias, existe um risco maior de afogamento".

    A federação sublinhou que "agora não existirá reforço de nadadores-salvadores porque a época balnear só começa a 15 de maio", defendendo que o conceito de época balnear "deve acabar" porque "deve haver vigilância nas praias durante todo o ano".

    A FEPONS apontou ainda que a competência de atribuição de nadadores-salvadores às praias "tem que passar, definitivamente, para as autarquias".

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Praia
  • Mar
  • Portugal
  • Nadadores-salvadores
  • Inverno
  • Março
  • Covid-19
  • Coronavírus
  • Risco
  • Afogamento
  • Federação Portuguesa de Nadadores-Salvadores
  • FEPONS
  • Vigilância
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
dezembro 08
Câmara da Nazaré apresenta Plano de Segurança para a nova temporada de ondas grandes
dezembro 06
Chuva, vento e muita agitação marítima no horizonte. São os 'efeitos colaterais' da depressão Barra
dezembro 07
Vários distritos de Portugal continental em alerta por causa da chuva e agitação marítima
dezembro 08
Forte agitação marítima deixa toda a costa continental portuguesa em alerta
dezembro 07
O mar vai estar agitado em Portugal continental e há cuidados a ter
dezembro 07
Revista brasileira distingue Ítalo Ferreira como 'Homem do Ano' no desporto
dezembro 07
Primeira ondulação grande da temporada a caminho da Canhão da Nazaré