Homepage

  • Capitania de Cascais interdita atividades com aglomerados nas praias da jurisdição
    14 março 2020
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Medida será levantada assim que estiverem novamente reunidas as condições de segurança.
  • O aviso já havia sido dado nos últimos dias, mas pelos vistos de pouco valeu e as pessoas, em plena pandemia do novo coronavírus, continuaram a ir para as praias, nomeadamente da Linha de Cascais, ainda que em menos número do que na famigerada quarta-feira, dia 11 de março.

    Como tal as autoridades competentes tiveram de agir e procederam à aplicação de "medidas mais duras" como diz o presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras, na sua página oficial na rede social Facebook.

    Em edital, divulgado esta tarde, a Capitania do Porto de Cascais, capitaneada por Pereira da Terra, faz saber que face à atual situação de propagação do Covid-19, a partir de amanhã "ficam inderditas todas as atividades desportivas ou de lazer que impliquem aglomerados de pessoas, de forma a minimizar a probabilidade de disseminação do respetivo vírus, na área de jurisdição da Capitania do Porto de Cascais, compreendidas entre a ponta da foz (rio Sisandro), no concelho de Torres Vedras, até à Torre de São Julião da Barra (Carcavelos), no concelho de Cascais".

    Aos microfones da RTP, o Capitão do Porto de Cascais, Rui Pereira da Terra, explicou que tal interdição surge na sequência da implementação de uma medida nacional, aplicada pela Autoridade Marítima Nacional.

    Quem infringir esta medida incorre num crime de contraordenação e consequentemente em multas que podem ir dos 400 aos 2200 euros.

    Apesar desta interdição, Carlos Carreiras também explicou à RTP que as "pessoas, se desejarem, podem continuar a fazer a sua atividade desportiva ou passear na praia, sem problemas, mas sem ser em grupos superiores a 5 pessoas. Para além disso devem manter a distância de segurança entre elas. O que não pode acontecer é a formação de aglomerados de pessoas". 

    Carreira revelou ainda que daqui em diante serão encerrados todos os parques de estacionamento municipais à volta das praias da concelhia.

    Ainda relacionado com as praias, a Camâra Municipal de Cascais irá sensibilizar todos os concessionários de praia para que fechem os seus estabelecimentos. Os que tomarem a decisão de encerrar irão ficar isentos do pagamento das obrigatórias rendas e taxas ao município até 30 de setembro de 2020, isto é, durante um semestre.

    A presente interdição será "levantada logo que reunidas as condições de segurança", sendo posteriormente divulgada em edital. 

     

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Praia
  • Mar
  • Portugal
  • Cascais
  • Interdição
  • Coronavírus
  • Covid-19
  • Capitania do Porto de Cascais
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
julho 31
Porque motivo este verão está a ser tão ventoso? Pedro 'Pecas' explica
julho 28
Em Tóquio'2020, regressou o bom e velho Owen Wright: 'Muitos pensavam que não ia chegar às medalhas'
julho 28
Japão foi o país mais medalhado na prova olímpica de surf
julho 30
Projeto Ericeira WSR+10 discutiu o Turismo de Surf em nova conferência
julho 30
David Raimundo: “2021 foi o ano que mais me marcou”
julho 29
Yolanda Hopkins: “Se alguém me apoiar a sério, não vou desiludir”
julho 29
Frederico Morais já regressou aos treinos no mar