Homepage

  • Surfistas quebraram barreira dos 75 km/h nas ondas da Nazaré
    05 março 2020
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    wsl
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Entre os portugueses, Alex Botelho foi o surfista mais rápido, tendo atingido os 70,93 km/h,
  • A edição inaugural do Nazaré Tow Surfing Challenge, que aconteceu no mês passado nas ondas gigantes da Praia do Norte, ficou para a história devido às performances incríveis de muitos dos big riders participantes. Mas também impressionou pela velocidade que os surfistas atingiram enquanto desciam as ondas, com muitos a superarem a barreira dos 70 km/h e até mais.

    O Instituto Tecnológico da Galiza desenvolveu um equipamento chamado Fly Things Surf e esteve a testá-lo durante o evento nazareno. Os surfistas transportaram um pequeno aparelho que permitia ter acesso à velocidade que atingiam e também à força G. Durante a transmissão tinha sido possível ver alguns apontamentos, sobretudo numa onda em que Kai Lenny atingiu os 75 km/h.

    No entanto, o havaiano, que acabou por ser o grande dominador do evento, conquistado o prémio para maior onda e também para melhor dupla, não foi o surfista mais rápido, segundo estes dados. O francês Benjamin Sanchis foi o homem que atingiu a maior velocidade em cima da prancha, com o aparelho a registar uma velocidade de 76,2 km/h. É caso para dizer que ia em excesso de velocidade…

    Entre os portugueses, Alex Botelho foi o surfista mais rápido, tendo atingido os 70,93 km/h, enquanto Nic von Rupp surge como o surfista testado com a velocidade máxima mais baixa, situando-se nos 66,63 km/h – quase menos 10 km/h em relação a Sanchis. Pelo meio surge João de Macedo, que registou 67,81 km/h.

    Interessante também observar os dados da força G, onde o valor máximo está nos 7,4 registados pelo australiano Mick Corbett. Em sentido inverso, o britânico Andrew Cotton, que foi um dos mais rápidos, atingindo os 74,43 km/h, foi o que registou um valor mais baixo em termos de força G, com apenas 3,1. O trio português situou-se entre os 5 e os 6.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Nazaré Tow Surfing Challenge
  • nazaré
  • Tow-in
  • praia do norte
  • Alex Botelho
  • Kai Lenny
  • Benjamin Sanchis
  • Velocidade
  • Força G
  • Surf
  • Fotografia
    wsl
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
fevereiro 01
FUEL TV assegura transmissão do Winter Dew Tour 2023 à escala global
fevereiro 01
Campeonato Nacional de Surf da Ucrânia vai ser disputado em Portugal
janeiro 31
Surf adaptado mantém bem vivo sonho da inclusão nos Jogos Paralímpicos de Los Angeles'2028
fevereiro 01
Índia vai estrear-se no Mundial ISA e já sonha com Paris’2024
janeiro 31
Comunicado da FPS sobre o projeto 'Gestão do Espaço Costeiro'
janeiro 31
Luke Shepardson, o vencedor improvável do Eddie Aikau que passou a ter um dia no Havai com o seu nome
janeiro 31
Ondas da Praia da Vigia consagraram campeões do Circuito Sealand Santa Cruz 2022