Homepage

  • Austrália quer manter regras de qualificação para Tóquio’2020
    26 março 2020
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    wsl
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Bede Durbidge diz que ainda está à espera que a ISA se pronuncie em relação a esta situação.
  • O COI tem estado a trabalhar de forma célere para anunciar brevemente as datas em que os Jogos Olímpicos de Tóquio se irão realizar em 2021. Contudo, ainda há algumas reticências no que diz respeito a processos de qualificação. E no surf essa dúvida existe, com os australianos a mostrarem-se relutantes em relação a essa situação.

    O ex-top mundial e atual responsável da seleção de surf australiana, Bede Durbidge, diz que ainda está à espera que a ISA se pronuncie em relação a esta situação, defendendo que as vagas já garantidas se deveriam manter sem qualquer alteração. “Estamos à espera de uma clarificação por parte da ISA”, frisou Bede Durbidge.

    “Os surfistas de todo o Mundo estão a ficar ansiosos por perceber se mantêm as suas vagas de qualificação para Tóquio. Da nossa parte, presumimos que nada vá mudar”, atirou Durbidge, que contava já com Julian Wilson e Owen Wright qualificados do lado masculino e Stephanie Glimore e Sally Fitzgibbons do lado feminino.

    Portugal também já tem uma vaga garantida, depois de Frederico Morais ter sido o melhor europeu no Mundial ISA de 2019. Em relação a estas vagas nada deverá ser alterado, uma vez que dificilmente a ISA conseguirá realizar Mundial este verão, devendo a qualificação passar para 2021.

    Mas e se a ISA conseguir ir em frente com o Mundial que está marcado para Junho em El Salvador? Irão prescrever as vagas conquistadas em 2019, passando as mesmas a ser atribuídas à prova de 2020 e 2021? Essa seria, certamente, uma medida muito polémica e que colocaria em risco a presença portuguesa em Tóquio.

    As mesmas dúvidas existem em relação ao WCT. Irão manter-se as vagas pelo ranking do ano passado, ou passarão para um ranking de 2020, numa altura em que nem se sabe quando e se haverá circuito mundial? São estas as dúvidas que os australianos gostariam de ver esclarecidas nos próximos dias.

    “Definitivamente que preferimos que tudo se mantenha como está e que os surfistas já qualificados mantenham as suas vagas. Até porque esta é a forma mais justa, tendo em conta que em 2020 nem vamos ter um calendário de provas completo”, sintetizou Bede Durbidge.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Bede Durbidge
  • Surf
  • Austrália
  • Jogos Olímpicos
  • Tóquio'2020
  • Fotografia
    wsl
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
janeiro 26
Avistadas caravelas-portuguesas nas praias de Sines e Odemira
janeiro 26
Se Tóquio não puder, Florida quer organizar os Jogos Olímpicos em 2021
janeiro 26
Depressão Justine vai trazer ondas até 9 metros aos Açores
janeiro 26
Câmara de Cascais sublinha que 'não é possível' praticar surf nas praias
janeiro 25
Fechadas as praias de S. Pedro de Moel
dezembro 30
Ano de 2021 vai começar ainda mais frio
janeiro 25
Estrada na Nova Zelândia encerrada temporariamente para proteger leões-marinhos