Homepage

  • Mafalda Lopes ambiciona título nacional em ano de transição
    23 fevereiro 2020
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    WSL
  • Fonte
    Alexandre Melo
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Em 2020 a aposta na Qualifying Series será relegada para um plano secundário.
  • Em 2019, Mafalda Lopes viveu uma temporada inesquecível. No seu último ano como atleta júnior a surfista portuguesa sagrou-se campeã europeia júnior de surf da World Surf League.

    Um título importante não só para o surf nacional, mas também para o alavancamento da carreira de Mafalda. Alavancamento que tem, neste ano, um momento importante com a entrada em definitivo na categoria open. 

    "Há uma altura em que o nosso surf evolui de júnior para open. Neste escalão temos de ter mais 'power' e não podemos ser tão suaves em termos de surf. Ainda estou na fase de transição. Esta semana recebi pranchas novas, material que me vai ajudar a dar esse passo", disse Mafalda Lopes em conversa com o MEO Beachcam durante a apresentação da nova temporada da Liga MEO Surf

    Apesar da mudança, a talentosa surfista tem bem definido aquilo que pretende fazer durante esta temporada. "Como é o meu primeiro ano na categoria open não vou apostar muito na Qualifying Series. Neste ano de estreia acho que o mais importante é fazer uma adaptação a uma nova realidade, que nada tem a haver com aquilo que encontramos no Pro Júnior. Como tal gostava de apostar mais na Liga MEO Surf, que é um campeonato que já faço há alguns anos e ao qual estou mais habituada", explicou Mafalda.

    Na competição que define os títulos máximos do surf em Portugal, a jovem surfista aponta ao objetivo mais alto. "Quero mostrar o meu surf, dar o máximo e tentar conquistar o título nacional. A Liga MEO Surf é um campeonato que ajuda muito os competidores, pois dá uma grande visibilidade", entende.

    Integrada numa nova geração de surfistas, que no seu entender está a "surfar muito", a atleta portuguesa considera que o "surf feminino está a evoluir imenso". Como tal ao "contrário do que sucedia há alguns anos já não existem heats fáceis. Todas as raparigas já têm um bom nível de surf. Não podemos ir para as provas a pensar que vai ser fácil. É preciso treinar muito".

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Praia
  • Mar
  • Surf
  • Competição
  • Liga MEO Surf
  • Mafalda Lopes
  • Fotografia
    WSL
  • Fonte
    Alexandre Melo
pub
similar News
similar
março 31
Kelly Slater aproveita isolamento para cantar (Vídeo)
março 31
Campeão mundial espanhol de surf adaptado está infetado com coronavírus
março 31
Em quarentena, campeã olímpica treina em piscina insuflável (Vídeo)
março 31
Escola de Surf da Figueira contorna quarentena com aulas online
março 30
Erupção do vulcão Merapi lança cinzas a 5 mil metros de altura
março 31
ISA World Surfing Games adiados por tempo indeterminado
março 31
Multas para surfistas chegaram a J-Bay