Homepage

  • Para a concepção da bandeira foram necessárias duas toneladas de plástico.
  • O lisboeta jardim Amália Rodrigues, situado no topo do Parque Eduardo VII, recebeu no passado sábado a cerimónia de abertura da Lisboa Capital Verde Europeia 2020.

    Um dos momentos altos da cerimónia foi a substituição da bandeira nacional que está hasteada nessa zona da cidade. Nas redes sociais, a Câmara Municipal de Lisboa anunciou que foi erguida a primeira bandeira nacional produzida com plástico recolhido do fundo dos oceanos. 

    "Um símbolo que é a representação máxima de um país e ao mesmo tempo levanta bem alto o compromisso de Portugal com o planeta", pode ler-se no vídeo que é exibido no topo deste artigo. 

    De acordo com Fernando Medina, presidente da Câmara Municipal de Lisboa, para a concepção da bandeira foram necessárias duas toneladas de plástico, sendo que este foi transformado em tecido por uma fábrica portuguesa. 

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Portugal
  • Lisboa
  • Câmara Municipal de Lisboa
  • Oceanos
  • Plástico
  • Lixo marinho
  • Bandeira
  • Bandeira portuguesa
  • Capital Verde Europeia
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
março 07
Big riders portugueses criam equipa Red Herrings
março 05
Vai embora a chuva: regressa o sol no fim de semana
março 01
Circuito Nacional de Bodyboard tem novo organizador
março 04
Previsão de chuva deixa 6 distritos sob aviso amarelo
março 04
Surfista em dificuldades auxiliada no Guincho
março 04
Forte sismo sentido na Nova Zelândia: alerta de tsunami já foi levantado
março 04
Criados dispositivos que geram energia elétrica a partir das ondas