Homepage

  • 'Ainda estamos a tempo de salvarmos os oceanos'
    03 dezembro 2019
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Opinião de John Tanzer, especialista dos oceanos da organização internacional World Wide Fund for Nature.
  • As alterações climáticas e o excesso de poluição são alguns dos problemas mais graves que os oceanos têm enfrentado de há um tempo a esta parte.

    Problemas para os quais são necessárias medidas de combate sob pena de caminharmos para um cenário insustentável. 

    Porém, apesar da situação estar longe de ser a melhor, John Tanzer, especialista dos oceanos da organização internacional World Wide Fund for Nature (WWF), considera que ainda estamos a tempo de inverter a situação. Contudo é preciso deitar, quanto antes, mãos à obra.

    "Ainda não é demasiado tarde para salvarmos os oceanos, mas não é exagerado falar em urgência. Os danos são extensos. A sobrepesca e as alterações climáticas continuam a agravar os problemas. Temos, sem dúvida, uma crise nos oceanos", disse Tanzer em entrevista concedida ao sítio de internet da publicação 'Expresso'.

    Para John Tanzer é simples a receita para reverter este quadro. "É urgente que governos, empresas, sociedade civil e cada um de nós atue em conformidade e faça a diferença". 

    O guru da WWF considera ainda que Portugal, pelas suas raízes históricas, tem um importante papel a desempenhar nessa missão. "Tendo em conta a sua longa história ligada ao mar, com todas as descobertas feitas, é importante que Portugal avance com o alargamento das áreas marinhas protegidas e trabalhe na restauração dos oceanos".

    John Tanzer esteve de visita a Portugal, na passada semana, onde participou numa reunião do programa da WWF Internacional Oceans Practice. Encontro que juntou no Oceanário de Lisboa, durante três dias, mais de 40 especialistas.

    Durante o encontro foi assinado um acordo entre a Fundação Oceano Azul e a Associação Natureza Portugal (ANP), entidade que em Portugal trabalha de muito perto com a WWF. 

    Na sequência do protocolo assinado, a ANP e a WWF contam com um apoio de 300 mil euros para desenvolver em Portugal, nos próximos três anos, o 'Programa Oceanos'.

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Mundo
  • Ecossistema
  • John Tanzer
  • WWF
  • Oceano
  • Mar
  • Ambiente
  • Sustentabilidade
  • Portugal
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
maio 05
Praia de Mira, a única zona balnear que há 35 anos consecutivos recebe a Bandeira Azul
maio 05
Vai nascer no Barreiro uma das maiores praias fluviais da Área Metropolitana de Lisboa
maio 04
Caparica acolhe etapa única portuguesa do Rip Curl GromSearch
maio 04
Sesimbra prestes a receber 2ª edição do Ocean Talks
maio 04
Câmara de Almada adjudica obras de requalificação da Estrada Florestal da Caparica
maio 04
Joana Schenker vai ajudar a limpar a Praia da Cordoama
maio 03
Maio cheio de surf: WCT, Liga MEO, QS em Portugal e ISA World Surfing Games